Único hospital de Denise (MT) fecha as portas por greve de servidores

Os servidores do Hospital das Clínicas de Denise, a 208 km de Cuiabá, entraram em greve, nessa segunda-feira (26), por atrasos de salários. Por causa disso, o único hospital do município suspendeu os atendimentos.

Greve foi anunciada na segunda-feira (26) (Foto: Arquivo pessoal)
De acordo com a secretária municipal de Saúde, Viviane Oliveira de Azevedo Gonçalves Cordeiro, disse que o estabelecimento, que é administrado pela Associação Beneficente Hospital das Clínicas, atravessa um problema financeiro há anos.

“A dívida do hospital é de quase R$ 1 milhão”, informou.

Servidores entram em greve por tempo indeterminado (Foto: Arquivo pessoal)
O hospital não tem certidões negativas de débitos de FGTS, INSS e outros impostos. Assim, legalmente, não é permitido que a instituição firme convênio com a prefeitura ou governo do estado e receba repasses.

“A prefeitura foi notificada ontem de que o hospital seria fechado e estamos indo para Cuiabá ver com a assessoria jurídica da prefeitura se há algo que possamos fazer”, disse a secretária.

O Hospital das Clínicas tem capacidade para 40 leitos, e atendia casos de urgência, emergência e farmácia pública.

No final do ano passado, servidores cobraram pedágio na MT-343, que corta a cidade, com o objetivo de arrecadar fundos para tentar sanar dívidas do hospital.

Até a publicação dessa reportagem, o G1 não conseguiu falar com a direção do hospital.

Fonte: G1 MT
Tecnologia do Blogger.