Detran-MT vai leiloar mais de 400 veículos com lances que variam de R$ 300 a R$ 16 mil

Departamento Estadual de trânsito (Detran-MT) — Foto: Gcom-MT/Divulgação
O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) vai realizar o leilão de 444 veículos que ocupam o pátio do órgão no dia 28 de fevereiro, com lances que variam de R$ 300 a R$ 16 mil. A expectativa de arrecadação com a medida é de R$ 1,5 milhão. São 74 carros e 370 motocicletas.

O presidente do Detran, Gustavo Vasconcelos, explicou que o leilão será realizado com veículos aptos a circular apreendidos e que estão nos pátios do órgão há mais de dois anos.

“Esse procedimento deverá ser realizado a cada dois meses para que haja uma limpeza dos pátios do Detran. O primeiro está sendo realizado em Cuiabá, mas os seguintes ocorrerão no interior. Nosso objetivo é evitar que os veículos, que são servíveis, virem sucata”, disse.

Conforme o edital, nos três dias que antecedem o leilão será aberta a visitação ao pátio do Detran e os interessados poderão verificar as condições dos veículos.

Atualmente, cerca de 40 mil veículos, entre carros e motos, estão removidos para os pátios da autarquia em todo o Estado.

Reciclagem

Paralelamente ao leilão, outra medida tomada para a limpeza dos pátios da autarquia, é a reciclagem dos veículos inservíveis, aqueles que não estão aptos a voltar a circular pelas vias públicas.

De acordo com o diretor de Veículos do Detran, Augusto Cordeiro, onze mil veículos serão reciclados em todo o Estado, durante o ano de 2019. Em Cuiabá, a previsão é de que 538 veículos, entre carros e motos, passem pela descontaminação e prensagem.

“Quando o veículo permanece por um ano no pátio do Detran, sem a solicitação de retirada pelo proprietário, a legislação autoriza os órgãos a fazerem a reciclagem, que é realizada por empresas especializadas. Esse trabalho consiste na descontaminação, compreendendo a retirada da bateria, óleo, combustível e pneus, e depois o esmagamento do veículo”, explicou Cordeiro.

A descontaminação dos veículos em Cuiabá deverá durar cerca de 10 dias. Após esse trabalho, uma empresa especializada fará a prensagem e venda do material ferroso a uma siderúrgica. A receita obtida com a venda do produto reciclado é referente ao valor do quilo do material ferroso e destinada ao órgão de trânsito.

FONTE: G1 MT
Tecnologia do Blogger.