Governo pagará R$ 48 milhões em supersalários e quer auditoria

Governador Mauro Mendes (DEM): auditoria na folha de pagamento de dezembro.
FOTO: ALAIR RIBEIRO
A folha de pagamento do Governo do Estado referente ao mês de dezembro, último mês da gestão do governador Pedro Taques (PSDB), apresenta remunerações vultosas para um grupo seleto de servidores públicos, causando um impacto de R$ 48 milhões aos cofres do Estado, de um total de R$ 552,5 milhões. 

Em função dos altos valores, o governador Mauro Mendes (DEM) deve determinar a realização de uma auditoria.

Dados obtidos com exclusividade pelo MidiaNews demonstram que, de um universo de mais de 100 mil servidores públicos da ativa, 1.076 receberão remuneração acima de R$ 30 mil. Apenas um deles receberá a quantia de R$ 162 mil.

Desse rol de servidores, 170 receberão mais de R$ 50 mil no próximo dia 30 de janeiro, data prevista para o pagamento da folha de dezembro, conforme o escalonamento divulgado pelo Governo do Estado.

Outros 122 servidores receberão a remuneração acima de R$ 80 mil e 25 pessoas receberão valor acima de R$ 125 mil.

Ainda conforme as informações da folha de pagamento, há um servidor público que irá receber a quantia de R$ 162 mil.

Nessa folha específica, em média a remuneração dos 99 mil servidores ficou em R$ 5 mil.

Em contrapartida, entre os 1.076 servidores que receberão "supersalários", a média ficou acima de R$ 44 mil.

Escalonamento

Em nota emitida na última sexta-feira (4), o Governo do Estado informou que vai escalonar o pagamento de salário dos servidores públicos, por insuficiência de recurso no caixa. 

A primeira leva de servidores públicos que receberão o pagamento está na faixa salarial de R$ 4 mil, líquido. E será efetuado no dia 10.

Já no dia 24, será compensado o vencimento dos servidores com pagamento até R$ 6 mil e no dia 30, ficarão os 13 mil servidores restantes, incluindo os que receberão as “super remunerações”.

FONTE: MIDIA NEWS

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.