Aumento de endividados foi de 5,5% — Foto: Fábio Tito/G1
De janeiro a abril deste ano, o número de famílias que possui dívidas adquiridas de forma parcelada aumentou 5,5% e chegou a 119.189, em valores absolutos, em Cuiabá, segundo levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgado nessa quinta-feira (16), pela Fecomércio.

Contudo, houve redução de 18,3% entre as famílias endividadas que afirmaram que não terão condições de pagar as dívidas, atingindo 31.507 famílias na capital.

A pesquisa revelou ainda que 13,4% das famílias entrevistadas se consideram muito endividadas e 28,6% pouco endividadas. O cartão de crédito é para 69,5% das famílias entrevistadas, o principal tipo de dívida em Cuiabá, seguido dos carnês, 34,2%, e, em terceiro, aparece o financiamento de carro (8,6%).

O tempo que as famílias da capital passam comprometidos com dívidas aumentou de 7,4 meses, registrado no início do ano, para 7,6 meses em abril.

A parcela da renda comprometida também aumentou no período, de 14,9% no início do ano para 15,5% no último mês do 1º quadrimestre.

Dentre as famílias com contas em atraso, que são atualmente 53.968 famílias (27,6%), mais da metade (58,4%) afirmaram que não terão condições de pagá-las no mês seguinte. Por isso, o tempo para pagamento das contas atrasadas chega a 71,5 dias, segundo a pesquisa. Em relação ao mês anterior, esse tempo era de 75,5 dias e no início do ano, chegava a 77,9 dias.

FONTE: G1 MT
Postagem Anterior Próxima Postagem