Uma mulher foi presa em Cuiabá tentando entrar na Penitenciária Central do Estado (PCE) levando 128 comprimidos de viagra (estimulante sexual) escondidos no tênis do filho, um bebê de apenas nove meses. O flagrante foi registrado no domingo (10), dia de visitação na unidade prisional.

A acusada levou o filho sob pretexto de que era para visitar o pai dele que está preso na PCE. Ela abriu o solado do tênis infantil e encheu de comprimidos.

Porém, a estratégia não deu certo por causa scaner que apontou alguma substância estranha no calçado da criança de colo. Com a descoberta dos comprimidos, a suspeita inicial dos agentes penitenciários e de policiais que atenderam o caso, era de que pudesse ser droga sintética.

Porém, o material foi analisado por técnicos do laboratório da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e o laudo deu negativo para droga sintética. Dessa forma, surgiu a suspeita de que se tratava de comprimidos de sildenafila, principal substância do estimulante sexual masculino conhecido como viagra, de cor azul.

Há suspeitas, por parte da polícia, de que detentos  da PCE trituram os comprimidos e consomem com algum tipo de bebida alcoólica para funcionar como droga.

Agora, a direção da PCE deverá instaurar investigação interna para averiguar se o esposo da presa atuava como fornecedor de viagra dentro da Penitenciária Central do Estado.

A mulher foi levada para a Central de Flagrantes da Capital para registro da ocorrência.Em seguida, foi liberada.

FONTE: FOLHAMAX
Postagem Anterior Próxima Postagem