Portal Sorriso
O assassino confesso Lumar Lopes, de 28 anos, demonstrou frieza e desdém ao responder aos questionamentos dos repórteres durante coletiva de imprensa após ter matado e arrancado o coração da própria tia, Maria Zélia da Silva Cosmos, de 55 anos, com uma faca, em Sorriso (a 420 km de Cuiabá).

O homem chegou a colocar o órgão dentro de uma sacola plástica e levou até a casa da filha da vítima – sua prima –, entregando-o para ela.

Pelas imagens feitas pelo repórter do site JK de Sorriso, o homem inicialmente demonstrou estar surpreso com a quantidade de repórteres que o aguardavam na delegacia.

“Que negócio é esse, esse monte de gente aqui? É sensacionalismo desse povo?”, perguntou, olhando para o investigador.

A sua feição logo muda quando começaram os questionamentos a respeito da motivação do crime brutal.

“Eu te devo algum tipo de explicação? Vocês pode me deixar em paz? Me deixem em paz. Eu queria um advogado, eu tenho direito a um advogado”, afirmava, a todo momento.

O homem ainda tentou desconversar e, em certo momento, perguntou se os jornalistas tinham algum “problema de cabeça”. Em seguida, ele elogiou a câmera de um dos cinegrafistas.

No final, Lumar ainda faz propaganda, em meio a risos, a respeito de uma loja de roupas que teria pensado em abrir na cidade. 

Veja o vídeo:



FONTE: JAD LARANJEIRA
DO MIDIANEWS
Postagem Anterior Próxima Postagem