Presidiários e membros de facção são alvos de operação em Mato Grosso

Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/Assessoria
Mais de 70 pessoas suspeitas de serem integrantes de uma facção criminosa são alvos de uma operação na manhã desta quarta-feira (10) em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, a operação, 'Agenda Nacional 1', deve cumprir 33 mandados de prisão e 40 mandados de busca e apreensão.

A ação policial tem objetivo de apreender armas de fogo, drogas, veículos, documentos e outras provas de crimes cometidos pelos suspeitos alvos da investigação. Do total dos alvos, 22 já estão presos em unidades prisionais no estado.

A operação combate a ação de criminosos que recebem ordens de dentro das celas de presídios e centros socioeducativos de Mato Grosso. As ordens judiciais foram expedidas pela 7ª Vara do Crime Organizado de Cuiabá.

As polícias apuraram, que do interior dos muros de unidades prisionais das cidades mato-grossenses Barra do Garças, Água Boa, Nova Xavantina, Comodoro, Cuiabá, e Aragarças, em Goiás, criminosos membros de facção estão por trás de crimes violentos como latrocínios e roubos, ocorridos nessas cidades.

O grupo também agia corriqueiramente em estelionatos, furtos e tráfico de drogas, tudo com objetivo de disseminar a violência e fortalecer diversas formas de arrecadação financeira ao grupo criminoso.

Dos criminosos alvos, 22 serão notificados das ordens judiciais dentro de unidades prisionais do estado, de onde, mesmo presos, articulam e ordem crimes fora das cadeias.

Participam da operação mais de 200 policiais das instituições de segurança pública estadual e federal, com emprego de 55 viaturas, 1 helicóptero e cães farejadores.

FONTE: G1 MT
Tecnologia do Blogger.