Instagram/Reprodução
Por muitos anos, acreditou-se que as colorações e luzes maltratavam os cabelos, mas, segundo o hairstylist Luiz Rono, especialista em cabelos saudáveis, tudo depende do profissional escolhido e do tipo das madeixas. Se a coloração for bem feita e o cabeleireiro souber identificar o limite dos fios, os cabelos podem continuar saudáveis e bonitos, sem quebrar ou cair.

Ainda assim, há muita informação errônea sendo disseminada sobre os cabelos coloridos. Luiz revelou se algumas informações populares são verdadeiras ou falsas. Confira:

1- A tinta resseca o cabelo

Mito. Na verdade, a tinta não resseca o cabelo. A água oxigenada é a responsável por causar ressecamento, por isso, tudo depende da volumagem utilizada da substância, um ponto que as pessoas não costumam dar muita atenção. “Para a tintura, existem oxidantes de 10 até 40 volumes. Quanto mais alto o volume, mais agressão aos fios. Cada um desses oxidantes é específico para um tipo de cabelo, cabe ao profissional avaliar a porosidade e a estrutura dos fios para determinar qual é o adequado. Se não houver essa avaliação, certamente pode haver ressecamento”, explica Luiz.

2- Colorir os fios com tons escuros ajuda a proteger os fios

Mito. Essa informação é bem popular, mas é completamente falsa. Todas as tinturas têm a mesma ação nos cabelos, independentemente da cor, e podem danificar os fios se não utilizadas da maneira correta. Segundo o especialista, as pessoas tem essa impressão porque as tintas escuras refletem mais luz do que os tons mais claros, o que causa uma falsa impressão de hidratação.

3- Quem tem cabelo colorido pode usar chapinha ou babyliss

Verdade. Quem tiver os fios coloridos pode sim usar chapinha ou babyliss, mas com cuidado. O uso não deve ser diário e é necessário ter cuidado com a temperatura. É imprescindível o uso de um protetor térmico antes e os fios devem sempre estar bem secos.

4- Cabelos loiros naturais sofrem mais com as tinturas

Mito. Novamente, as tinturas têm a mesma ação nos cabelos e a cor deles não influencia nisso. Segundo Luiz, o que determina o quanto o cabelo sofrerá com a tintura é a espessura dos fios. “Fios mais finos tendem a sofrer mais por serem mais delicados, porém com diagnóstico adequado e o uso de produtos que oxidem menos, é possível preservar a integridade e a beleza do cabelo, mesmo os mais finos”, explica.

5- Tonalizantes são menos agressivos que as tintas

Verdade. As tintas geralmente contêm amônia, uma substância que abre as cutículas e permite que a coloração penetre mais nos fios. Isso é o que faz com que a tintura dure mais. Os tonalizantes não têm amônia e, por isso, são menos agressivos e também duram menos, saindo totalmente dos fios em mais ou menos dois meses.

FONTE: MDEMULHER
Postagem Anterior Próxima Postagem