Foto: Divulgação - PJC

Ação integrada de policiais civis e militares resultou na prisão de dois irmãos envolvidos em crimes contra a fauna e a flora, em Cáceres (225 km de Cuiabá), na última sexta-feira (30). Ao todo, oito armas de fogo, várias munições, carnes de animais silvestres como tatu e paca, motosserras, entre outros materiais usados para prática de crimes de degradação ambiental, foram apreendidos.

M.J.C.J., 30, e J.S.C., 28, foram presos em flagrante por posse irregular de arma de fogo e munições de uso permitido; por produção, recarga, reciclagem ou adulteração de munições ou explosivos; e matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre.

Os irmãos foram surpreendidos em uma propriedade agrícola, na estrada do Boi Morto, zona rural do município de Cáceres, durante trabalho para apurar ocorrências de furtos de motosserras ocorridas em chácaras na região, assim como para averiguar denúncia de pessoas, que vinham cometendo caça de animais silvestres, pesca predatória e abate de animais domésticos.

Durante as diligências, os policiais abordaram os irmãos em posse de oito armas de fogo (cano longo), munições, carnes de animais silvestres, motosserras sem comprovação fiscal, caixas com chumbinhos para recarga de espingardas, redes de pescas, tarrafas, entre outros objetos.

Diante dos fatos, os dois suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Cáceres, interrogados e autuados em flagrante delito. Eles responderão pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e munições de uso permitido; por produção, recarga, reciclagem ou adulteração de munições ou explosivos; e matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre.

Foto: Divulgação - PJC

FONTE: OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem