Reprodução
Leonardo Araujo de Souza, 27 anos, foi preso após confessar ter esganado a namorada Rosélia de Souza Costa, 38 anos e jogado o corpo dela à beira da MT-130, em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá). O corpo foi localizado na noite de sexta-feira (06), em estado de decomposição. A vítima estava desaparecida desde o dia (4).

De acordo com o boletim de ocorrência, Leonardo chegou a ser interrogado logo após o desaparecimento da vítima e afirmou não saber o motivo do sumiço dela.

Em novo interrogatório, os policiais disseram ao criminoso que em uma rotatória do trajeto dele poderia haver câmeras de segurança, que possivelmente flagraram a situação no dia do sumiço. Após esta afirmação, Leonardo confirmou a execução aos investigadores.

Ele disse que matou a mulher com as mãos, depois levou o corpo até o local na rodovia e abandonou o cadáver.

O local onde o corpo foi encontrado passou por análise da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Leonardo foi preso e autuado pelo crime de feminicídio e ocultação de cadáver.

Reprodução
FONTE: RAUL BRADOCK
DO REPÓRTER MT
Postagem Anterior Próxima Postagem