Reprodução

Com a publicação do despacho no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira (02), há uma expectativa para que o texto da proposta de empréstimo de US$ 250 milhões (R$ quase R$ 1 bilhão) do Estado seja contraído com o Banco Mundial ainda nesta semana.

A mensagem tem previsão para repercutir no Senado antes de quinta-feira (05), que é a data limite divulgada pelo Governo na semana passada, quando o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) deu aval para contrair o recurso.

No entanto, para que o contrato seja finalmente efetivado, é necessário que a mensagem de operação de crédito seja novamente encaminhada à Comissão de Assuntos Econômicos e Estratégicos (CAE) do Senado para a devida votação.

Para que o pedido seja rapidamente analisado, o governador Mauro Mendes (DEM) tem contado com a articulação dos senadores Wellington Fagundes (PL), Jaime Campos (DEM) e Selma Arruda (PSL) junto ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

O governador enfrenta uma verdadeira maratona para conseguir dinheiro ainda na primeira quinzena de setembro para que possa quitar a dívida com Bank of America.

Se for mantido o caminho natural, a proposta de empréstimo deve ser colocada em pauta nesta terça-feira para leitura em Plenário e, posteriormente, será encaminhada à CAE para possível votação, ao qual nem Wellington não deve participar.

 "Ele se encontra em viagem. Está em Cingapura em uma missão especial", informou a assessoria do senador.

Já a assessoria da senadora destacou que por não fazer parte da comissão ela apenas deve participar das deliberações em plenário. Porém, ela e Jaime servirão apenas de resistência para manter o acordo feito com o governador Mauro Mendes quanto à celeridade na tramitação.

Porém, contando com a primeira aprovação, o texto será remetido aos demais senadores para uma segunda votação e, se não houver pedido de vista, por ser um assunto de interesse de outros estados, o projeto pode ser enviado à Casa Civil e finalizar com a autorização do presidente Jair Bolsonaro em assinatura dupla com o governador Mauro Mendes. 

FONTE: KAROLLEN NADESKA
DO REPÓRTER MT
Postagem Anterior Próxima Postagem