Um homem de 30 anos foi preso, na quinta-feira (3), em Comodoro, a 677 km de Cuiabá, por, supostamente, ter disparador alerta de blitz, por meio de aplicativo de mensagem de celular. Ele foi atuado por obstrução do serviço policial.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia recebeu uma denúncia de que um morador havia tirado uma foto do bloquei da PM em um das avenidas da cidade. Por meio do aplicativo, ele divulgou a imagem alertando para que os motoristas não passassem pelo local.

Foto: Polícia Civil - MT
Abaixo da foto divulgada havia a frase "não passem pela funerária".

Após a denúncia, o suspeito foi identificado e detido. Ele foi advertido e informado que estava sendo conduzido por obstrução do serviço policial. A polícia esclareceu ainda que divulgar e avisar pessoas para evitarem passar por blitz é crime previsto no Código Penal.

FONTE: G1 MT
Postagem Anterior Próxima Postagem