REPRODUÇÃO
A comissão eleitoral, coordenada pelo CMDCA – Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Rosário Oeste, realizou a apuração dos votos da eleição para o Conselho Tutelar no município, após encerrado o prazo para votação, às 17 horas.

A votação ocorreu através de sete urnas, concentradas na Escola Estadual Cel. Arthur Borges. 2435 eleitores compareceram ao processo eleitoral.

Os cinco candidatos mais votados e que assumirão o conselho tutelar como titulares são, pela ordem de votos: 

Cláudia de Cassia Nolasco - 464 votos; 
Dasya Lilian de Aguiar - 315 votos; 
Luana Albina de Souza - 278 votos; 
Vivian Cintia Pereira Bueno - 199 votos; 
Daniela Delis da Silva - 188 votos.

Os conselheiros suplentes, pela ordem de votação: 

Berenice Maria Batista - 177 votos
Emerson de Oliveira Araújo - 166 votos
Valdinéia Maria Ventura - 139 votos
Edail Madalena Sant’ana - 116 votos
Rodrigo José de Almeida Nunes - 96 votos

Posse será em janeiro de 2020

Os cinco conselheiros tutelares eleitos terão mandato de quatro anos, a contar de 10 de janeiro de 2020, permitida uma recondução em caso de nova eleição, na qual concorrerá em igualdade de condições com os demais candidatos.

Atribuições do Conselho Tutelar

Entre as várias atribuições do Conselheiro Tutelar estão: atender às crianças e adolescentes sempre que seus direitos forem ameaçados ou violados; atender e aconselhar os pais ou responsáveis, aplicando as medidas previstas em Lei; promover a execução de suas decisões, podendo, para tanto: requisitar serviços públicos no âmbito do Município, nas áreas de saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança; representar junto à autoridade judicial nos casos de descumprimento injustificado de suas deliberações; encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal contra os direitos da criança e do adolescente; ou encaminhar à autoridade judiciária os casos de sua competência.

DA REDAÇÃO





Postagem Anterior Próxima Postagem