Dono de funerária é assassinado a tiros em sítio de MT; PM é suspeito do crime

REPRODUÇÃO
Um dos pioneiros de Lucas do Rio Verde (332 km de Cuiabá), o empresário do segmento de funerária Pedro Luís Pegorini foi assassinado a tiros na tarde de terça-feira (25) em um sítio na MT-338, próximo de Tapurah (429 km da Capital).

Segundo a Polícia Militar do 13° Batalhão, uma guarnição de Itanhagá (494 km de Cuiabá) foi acionada por um caseiro da vítima que informou que seu patrão havia discutido com um amigo e que ouviu tiros.

Ao chegar no sítio, que fica às margens do Rio Borges, os policiais encontraram bebidas sobre mesa e a porta de um dos quartos trancada. Os militares arrombaram a porta e localizaram o corpo do empresário.

A Polícia Militar realiza diligências na região para encontrar o acusado. Segundo informações de sites locais, há suspeitas de que um sargento da Polícia Militar seja autor do assassinato.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde emitiu uma nota nesta quarta-feira (26) lamentando a morte de Pedro Luís Pegorini. Ele era proprietário da Funerária Nossa Senhora de Fátima no município.

Veja na íntegra a nota da Prefeitura de Lucas do Rio Verde:

Prefeitura de Lucas do Rio Verde recebe com grande pesar a notícia do falecimento de Pedro Luís Pegorini, pioneiro no município.

Pedro era proprietário da Funerária Nossa Senhora de Fátima e faleceu nesta terça-feira (25), em Tapurah.

Aos familiares e amigos estendemos os sentimentos de solidariedade e de conforto neste momento de dor. Deus o acolha em seus braços e dê o conforto necessário aos familiares e amigos.

FONTE: REPÓRTER MT