Cidades de MT fazem barreiras sanitárias e tentam evitar "importação" do coronavírus

Barreira sanitária é feita em Paranaíta — Foto: Prefeitura de Paranaíta
As prefeituras de Paranaíta, no norte de Mato Grosso, e Tangará da Serra, no sudoeste do estado, determinaram barreiras sanitárias nas entradas dos municípios como forma de prevenir a transmissão e propagação do coronavírus.

A barreira em Paranaíta, a 849 km de Cuiabá, foi estabelecida neste sábado (21). Funcionários da vigilância sanitária, saúde pública e polícia militar fazem vistorias em todos os veículos que entram na cidade.

De acordo com a secretária de Saúde do município, Andreia Fabiana dos Reis, todos que entram em Paranaíta estão sendo entrevistados. Eles respondem de onde vem e se há casos suspeitos na família.

"Caso chegue de algum local com casos confirmados de Covid-19, a pessoa será registrada no sistema e monitorada pela equipe da Secretaria de Saúde Municipal por 14 dias. Durante esse período, a equipe vai estar em contato com essa pessoa para saber como está o quadro de saúde dela", explica.

A medida, segundo Andreia, deve ajudar a restringir a chegada do vírus na cidade.

Pessoas são monitoradas ao entrar municípios — Foto: Franthescolly Gomes
O prefeito Antonio Domingo Rufatto explica que a medida serve, principalmente para aquelas pessoas que saíram do município, foram para área de risco e voltaram.

"Essa barreira sanitária é justamente para monitorar essas pessoas e evitar a propagação da doença," afirma.

A prefeitura instituiu também um centro de atendimento para todas as pessoas que apresentam alguma síndrome gripal. Esse paciente deve ficar isolado, sem contato com os demais.

Barreira sanitária é feita em Tangará da Serra, no sudoeste do estado — Foto: Nathália Okde/TVCA
Em Tangará da Serra, a 242 km da capital, três barreiras foram estabelecidas neste sábado (21), após o decreto de situação de emergência ser publicado na cidade.

Profissionais da Secretaria de Saúde, Defesa Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do município estarão em três rodovias que dão acesso à cidade. São elas as MTs 358, 339 e 480.

De acordo com o prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira, as equipes estarão nessas barreiras monitorando todos que entrarem na cidade durante 24 horas por dia.

As medidas valem por tempo indeterminado.

FONTE: G1 MT