Emanuel Pinheiro transforma antigo PS em hospital do coronavírus

Raul Bradock
Decreto municipal determina a disponibilidade de leitos no antigo Pronto-Socorro de Cuiabá para receber pacientes com coronavírus. Publicado nesta tarde, o decreto assinado pelo Prefeito Emanuel Pinheiro suspende todas as atividades, que necessitam de autorização da prefeitura, com mais de 100 pessoas em ambientes abertos ou com mais de 50 pessoas em ambientes fechados. O prefeito não suspendeu as aulas, mas essa decisão foi tomada pelo governador do Estado, Mauro Mendes.

Pinheiro afirmou que o governo estadual não tem competência para suspender as aulas municipais, mas ressaltou que vai analisar essa medida. Por enquanto, a prefeitura mantém as aulas na rede municipal.

O que está suspenso, já a partir de hoje, é o funcionamento dos Centros de Convivência dos Idosos, pelo período de 30 dias.

O prefeito também determinou a suspensão das férias e licenças-prêmios dos servidores da saúde que atuam na área fim e todas as viagens de servidores.

Solicitou que todos os eventos esportivos, culturais, entre outros, que não precisem de autorização da prefeitura, fiquem suspensos por tempo indeterminado

Como foi confirmado o primeiro caso de coronavírus em Cuiabá, nesta tarde, os artigos 5º e 6º do decreto já entram em vigor. Eles determinam que servidores com mais de 60 anos façam o home office e fica suspenso o atendimento no Cuiabá-Prev.

FONTE: RAUL BRADOCK E ANDRÉIA FONTES
DO REPÓRTER MT