Solto da cadeia por causa do coronavírus, ladrão é preso por furto em seguida

REPRODUÇÃO
Um ladrão de 22 anos, nome não revelado, solto a menos de 24 horas por ordem da Justiça de Mato Grosso, atendendo à recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) como medida de ‘segurança’ devido à pandemia da Covid-19, foi preso novamente, no início da madrugada desta sexta-feira (20), junto de um comparsa, de 24 anos, furtando uma distribuidora de bebidas, no bairro Zeca Ribeiro, em Barra do Garças (509 km da Capital).

O próprio bandido, ainda vestido com parte do uniforme da cadeia, informou à polícia que ‘tinha acabado de ser solto’ devido a uma liberação de presos ‘em massa’ por causa do surto de coronavírus.

O criminoso explicou que havia sido preso a alguns dias, em flagrante, furtando a mesma distribuidora.

A vítima, um idoso de 61 anos, disse à equipe da Força Tática que acredita que os ladrões tenham voltado para buscar dinheiro, que teriam escondido durante o furto anterior e ainda aproveitado para tentar roubar mais.

De acordo com a ocorrência, a PM foi acionada após a vítima escutar e ver o bandido andando pelo telhado e, ao olhar a rua, viu o comparsa dando apoio e vigiando para avisar caso a polícia chegasse.

Em deslocamento para o endereço, os militares receberam a informação de que os bandidos já tinham foragido e seguida em direção ao Centro da cidade, provavelmente, após perceberem que o senhor já tinha descoberto eles e denunciado à PM.

A Força Tática conseguiu localizar a dupla ainda na região do crime, nas proximidades da Estação de Tratamento de Água (ETA), onde foi presa e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, onde foi verificado que os dois possuem uma lista de passagens criminais extensa.

Com os criminosos foi apreendido R$ 59 e uma caixa de som. A dupla foi mantida na unidade policial à disposição da Justiça e procedimentos cabíveis ao caso.

FONTE: REPÓRTER MT