Homem espanca e faz ameaças de morte após ser rejeitado por menina de 13 anos

RepórterMT/Reprodução
Três homens, 20, 21 e 33 anos, nomes não revelados, foram presos durante a madrugada do último domingo (26) durante uma festa na residência onde são proprietários após espancarem e ameaçarem de morte, com facas, os convidados do evento no bairro Setor 2, no município Novo Mundo (785 km da Capital).

Os anfitriões, que tinham cedido a casa a um amigo para fazer sua festa de aniversário, onde foi flagrado um menino de 13 anos consumindo bebidas alcoólicas, configurando corrupção de menores, ainda descumpriram os decretos estaduais e municipais, que proíbem qualquer tipo de evento que promovam aglomeração de pessoas, como medida de segurança contra a proliferação do novo coronavírus.

De acordo com a ocorrência, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), por meio do telefone 190, recebeu denúncia anônima relatando uma festa na região, onde os donos da casa estariam agredindo violentamente os convidados do aniversário e ainda tentando contra a vida das vítimas com facas.

A Polícia Militar (BPM) se deslocou ao endereço e fizeram o flagrante, confirmando a veracidade da denúncia. No endereço, os militares identificaram e prenderam os agressores.

Conforme testemunhas, a festa estava acontecendo normal até que em determinado momento um dos anfitriões, que já teria bebido muito, tentou ‘ficar’ com uma adolescente, de apenas 13 anos, porém, o acusado teria ficado descontrolado quando a menor se recusou a se relacionar com ele.

Junto com os amigos, o homem teria começado a agredir a menina e ainda outros convidados com chutes e socos.

As vítimas e testemunhas teriam ido para a rua e parado em frente à residência, quando ainda em meio ao tumulto, o acusado se armou com uma faca e partiu para cima de um jovem de 21 anos, que estava protegendo a adolescente, mas o rapaz não foi atingido, já que outros populares interviram na agressão.

Nesse momento, os comparsas do agressor, também armados com facas, começaram a ameaçar todas as testemunhas.

Durante buscas no local, os militares identificaram pelo menos 5 menores e apreenderam garrafas de vodca.

Diante do flagrante, os três acusados foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos pelo delegado de plantão e permaneceram presos aguardando os procedimentos cabíveis ao caso.

FONTE: REPÓRTER MT