Facebook relata aumento em posts removidos por terrorismo e discurso de ódio

Foto: Dado Ruvic/Reuters
O Facebook relatou nesta terça-feira (12) um aumento drástico no número de publicações removidas por promoverem violência e discurso de ódio em suas plataformas. A empresa atribui o crescimento a melhorias na tecnologia para identificar esses textos e imagens.

A maior companhia de redes sociais do mundo removeu cerca de 4,7 milhões de publicações ligadas a grupos de ódio no primeiro trimestre de 2020. No trimestre anterior, foram 1,6 milhões.

Também foram deletadas 9,6 milhões de posts com discurso de ódio nesse período. No último trimestre de 2019, foram 5,7 milhões.

Os dados fazem parte do quinto relatório de Fiscalização dos Padrões da Comunidade, que foi introduzido em resposta às críticas da postura relaxada da empresa em fiscalizar suas plataformas.

No post de anúncio do relatório, o Facebook disse que a empresa melhorou sua 'tecnologia de detecção proativa', que usa inteligência artificial para detectar conteúdos que violam os termos da rede quando são publicados, antes que outros usuários possam vê-los.

"Agora somos capazes de detectar o texto em imagens e vídeos para entender o contexto, e construímos uma tecnologia de identificação de mídia para encontrar conteúdo idêntico ou muito parecido com outros que já removemos", diz o comunicado.

A organização também declarou que colocou alertas em cerca de 50 milhões de publicações relacionadas à Covid-19, depois de anunciar no começo da pandemia que informações falsas que poderiam causar danos físicos seriam banidas.

FONTE: CNN BRASIL

0/Faça seu comentário