Homem é baleado após agredir 4 pessoas, atropelar 2 e ameaçar PM com arma de fogo

RepórterMT/Reprodução
Um homem, supostamente membro de facção criminosa, que trafegava pelo Centro de Várzea Grande em um Ford Fiesta vermelho, foi baleado pela Polícia Militar (PM), durante a madrugada deste sábado (09), após agredir quatro pessoas em uma lanchonete, atropelar outras duas durante a fuga e apontar uma arma de fogo contra os militares.

O criminoso não teve o nome revelado.

De acordo com a ocorrência, durante patrulhamento pelo bairro Jardim Potiguar, a guarnição militar flagrou o Fiesta trafegando em alta velocidade, sentido Avenida da FEB. Instantes depois, um caminhoneiro se aproximou da viatura e relatou que havia sido fechado por um ‘carro vermelho’ e ao discutir com o motorista, esse apontou um revólver para ele.

Diante da informação, os militares informaram a situação por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que repassou as características do veículo às demais viaturas da região.

Algumas horas depois, o Ciosp repassou a informação de que um carro com as mesmas características tinha atropelado duas pessoas na Avenida Arthur Bernardes e o motorista fugido.

Nesse momento, as viaturas da região cercaram o local e localizaram o carro trafegando, em altíssima velocidade, pela Avenida Filinto Muller.

Foi feito o acompanhamento e ordem de parada por meio de sinais sonoros e luminosos, no entanto, foi desobedecido pelo motorista, que para escapar começou a fazer manobras perigosas colocando outros motoristas e pedestres em risco de morte.

Os militares perseguiram o bandido até a Rua Ceará, próximo a um matagal, onde o acusado parou e ficou dentro do veículo. A viatura se aproximou devagar, até que o homem desceu do Fiesta, desobedeceu à ordem de rendição, sacou o 38 e apontou contra os policiais, que revidaram. Ferido, o acusado caiu na rua.

O revólver do motorista foi apreendido com quatro munições intactas.

Uma equipe de resgate do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) prestou os primeiros socorros ao acusado, que foi encaminhado ao Pronto-Socorro do município (PSVG).

Durante busca pessoal, os policiais apreenderam três celulares, carteira com R$ 62 e documentos.

Nas proximidades foram localizadas as vítimas atropeladas, que reclamavam de dores no corpo, quando foram socorridos pelo Samu e encaminhados ao PSVG. Uma das vítimas reconheceu o Fiesta vermelho como sendo o veículo que o atropelou.

O Fiesta foi guinchado e levado ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) do bairro Parque do Lago.

Foram identificadas ainda as vítimas agredidas na lanchonete, e estas relataram que estavam sentados à mesa lanchando quando perceberam que uma briga teria começado na mesa ao lado. Um dos homens envolvidos na confusão teria jogado uma cadeira para o alto que acertou o carro de uma das vítimas, quando a discussão entre os ocupantes das duas mesas começou. Em seguida, as vítimas foram agredidas pelo agressor e seus ‘amigos’.

O motorista do Fiesta então fez ameaças, se apresentou como membro de facção criminosa e foragiu, quando atropelou os dois homens na rua.

Um dos aparelhos celulares que estava com o agressor, sendo um Iphone, foi reconhecido por uma das vítimas e foi supostamente furtado durante a briga na lanchonete.

Até a publicação desta reportagem o acusado seguia internado no Pronto-Socorro sob escolta policial.

A ocorrência, registrada por crimes de porte ilegal de arma de fogo, furto, tentativa de homicídio, lesão corporal, omissão de socorro, ameaça, desobediência e resistência, além de direção perigosa e documentação do veículo atrasados, foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, responsável por investigar os crimes.

FONTE: REPÓRTER MT

0/Faça seu comentário