Após casos de covid, Hospital de Câncer suspende pronto-atendimento

Marcus Vaillant
O Hospital de Câncer em Cuiabá decidiu por suspender temporariamente o pronto-atendimento da unidade por 14 dias, após registrar confirmações e casos suspeitos de coronavírus entre funcionários, médicos e pacientes.

De acordo com nota da assessoria do hospital, publicada na última quarta-feira (17), houve um aumento significativos de casos de covid-19 em Cuiabá. Além da confirmação da doença no quadro de funcionários e afastamento de profissionais da saúde, os pacientes atendidos no hospital são do grupo de risco, por serem imunossuprimidos.

Para zelar pelos pacientes e funcionários, a direção do hospital optou pelo funcionamento temporário do pronto-atendimento. O período poderá ser reavaliado futuramente.

Ainda conforme a nota, os pacientes continuarão sendo atendidos em consulta ambulatorial, segundo agendamento realizado. Os casos graves, por sua vez, deverão procurar as unidades de atendimento mais próximas, assim como pacientes que necessitam de avaliação oncológica.

Veja a nota na íntegra

O Hospital de Câncer de Mato Grosso, ainda na primeira semana de março, tomou diversas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. Em um primeiro momento, criamos a COMISSÃO DE RISCO composta pelas especialidades envolvidas nessa situação. A comissão adotou como medidas 1) garantir os equipamentos de proteção individual (EPIs) aos colaboradores, 2) criar um fluxo interno e regime de contingenciamento para os todos os itens de segurança, 3) estabelecer as normas pensando na segurança dos pacientes, como a redução de atendimentos, o distanciamento social e ainda garantindo o abastecimento de álcool. No entanto, neste momento tais medidas têm se mostrado insuficientes.

Verificamos um aumento significativo de casos de Covid-19 na capital, e, levando em consideração o risco que nossos pacientes estão submetidos por se tratarem de pacientes de grupo de risco (imunossuprimidos), e ainda preocupados com a qualidade do atendimento e da preservação da saúde dos nossos colaboradores, o HCanMT decide pelo fechamento temporário do pronto atendimento (PA) por período minimo de 14 dias a contar da presente data, período esse que poderá ser reavaliado futuramente.

Tal medida se mantém restrita ao nosso programa de contingenciamento, e também leva em consideração que na atual data o Hospital se encontra com expressivos quantitativos de funcionários e médicos afastados em decorrência do Covid-19, e alguns casos de pacientes positivos para a doença. O nosso objetivo, acima de tudo, é garantir a segurança dos nossos pacientes e colaboradores.

Os pacientes continuarão sendo atendidos em consulta ambulatorial conforme agendamento realizado e os casos graves deverão procurar as unidades de atendimento mais próximas de sua residência, assim como aqueles que necessitam de avaliação oncológica para internação hospitalar deverão ser regulados para transferência à nossa instituição.

Cuiabá, 17 de junho de 2020

FONTE: GAZETA DIGITAL