'Cidade Alerta' chama vítima de agiota e filha se revolta: 'Achei que era jornalismo responsável'



A equipe do jornal "Cidade Alerta". da Record provocou revolta na filha de um homem assassinado. Durante a transmissão ao vivo do caso nesta terça-feira, a repórter Luiza Zanchetta acusou a vítima, identificada como Josivaldo de ser agiota. Além disso, na tela a manchete também identificava o homem como agiota: "Agiota encontrado morto, há relatos de briga com amante".

0/Faça seu comentário