Homem diagnosticado com covid se enforca durante isolamento dentro de casa em MT

reprodução
Um homem de 51 anos, identificado pelas iniciais A.C., que estava em isolamento social, após ser diagnosticado com a covid-19, cometeu suicídio na tarde dessa quarta-feira (03) dentro de casa no bairro Setor Buriti, em Porto Alegre do Norte (1.125 km da Capital).

Conforme apurou o RepórterMT, A. era do grupo de risco e portador do vírus HIV, causador da Aids.

A vítima foi encontrada pelo irmão e teria se enforcado com uma corda.

Não foi confirmado se o diagnóstico de covid-19 teria sido a motivação para a vítima tirar a própria vida.

Uma ambulância da unidade de saúde local foi acionada para prestar socorro, porém, ele não resistiu e a equipe médica apenas constatou a morte.

A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência, isolou o local e comunicou o fato à Polícia Civil e Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

Enquanto os investigadores conversavam com a testemunha e familiares, os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado e periciaram a residência colhendo evidências que apontem as circunstâncias da morte.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia que deve confirmar a causa clínica da morte por asfixia mecânica, antes de ser liberado para procedimentos fúnebres junto à família.

Nos próximos dias a perícia deve emitir laudo técnico com informações que devem dar base às investigações e conclusão da ocorrência, registrada por suicídio.

Peça ajuda

O CVV (Centro de Valorização da Vida) tem realizado em Cuiabá, todas as quintas-feiras, reuniões com sobreviventes ao suicídio e seus familiares. Assim como parentes de pessoas que se mataram.

Também passaram a serem gratuitas as ligações feitas ao número 188. Canal de atendimento 24 horas.

Mais de um milhão de atendimentos anuais são realizados por 2.000 voluntários pelo telefone 188, pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype e e-mail.

FONTE: REPÓRTER MT

0/Faça seu comentário