Morador é torturado por 12 horas em MT e obrigado a beber água sanitária

Foto: Polícia Civil de Mato Grosso
Um morador foi torturado por 12 horas por membros de facção e obrigado a beber água sanitária em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. O caso ocorreu de domingo (31) para segunda-feira (1º), mas foi divulgado nessa terça-feira (2). Os investigadores encontraram o morador com pés e mãos amarrados

A Polícia Civil investiga o caso e ainda tenta localizar três pessoas que fugiram depois de torturem um homem por 12 horas. Os suspeitos seriam integrantes de uma facção criminosa.

Eles já estão identificados, mas não foram presos.

Ele contou que além de ser espancado, foi obrigado a beber água sanitária. A polícia não divulgou o bairro onde ele foi encontrado porque as investigações continuam.

As sessões de tortura começaram numa casa, depois que a vítima supostamente teria assediado uma mulher.

Segundo as investigações, ela chamou seis criminosos para que torturassem o homem.

As agressões começaram na casa e depois seguiram num terreno baldio até a polícia chegasse.

Dois homens foram presos e um adolescente foi apreendido. Ele era o mais violento, de acordo com a polícia.

FONTE: G1 MT

0/Faça seu comentário