Polícia Penal descobre buraco na parede de cela em presídio de Rondonópolis

Sistema Penitenciário
Um buraco na parede foi encontrado na cela 11 do Raio 2/SE da Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá), no final da tarde desta quinta-feira (11). Uma parte de cimento com tinta colada em uma espuma cobria o buraco, que já estava quase concluído, para ser usado em uma tentativa de fuga. A situação foi identificada pelos policiais penais durante revista realizada em toda a ala do Raio.

O procedimento foi determinado pela direção da unidade, após o chefe de plantão ter encontrado uma parte da grade da cela 06 do Raio 2/SE serrada, na noite desta quarta-feira (10). Na ocasião, os reeducandos foram retirados da cela para realizar a soldagem da grade e os policiais penais revistaram o local, mas não encontraram materiais ilícitos.

“Como já estava anoitecendo e a prioridade era soldar a bigorna que eles haviam serrado, organizamos a revista geral para esta quinta-feira, quando encontramos um grande buraco na parede da cela 11, onde apenas recolocaram uma capa fina que retiraram, e preencheram o espaço com um pedaço de espuma de colchão para esconder o buraco”, explicou o diretor adjunto da Penitenciária, Paulo Rufino.

Os oito reeducandos que ocupam esta cela foram encaminhados para a ala de segurança, até que o serviço de manutenção na parede seja concluído. O concreto já foi colocado e agora passa pelo processo de secagem.

Também na cela foram encontradas peças de roupa escurecidas. Segundo o diretor adjunto, provavelmente eles utilizaram pó de café, para tentar deixar as vestimentas mais escuras e difíceis de identificar na fuga que planejavam.

FONTE: GAZETA DIGITAL

0/Faça seu comentário