Governo Federal envia R$ 226 milhões a MT; Rosário Oeste fica com R$ 1,7 milhões

REPRODUÇÃO
O Governo Federal liberou mais R$ 226 milhões para os 141 municípios mato-grossenses investirem no combate à pandemia de coronavírus. Ao todo, o Governo Bolsonaro destinou R$ 13,8 bilhões para todo o país.

Em Mato Grosso, a maior fatia fica com a Prefeitura de Cuiabá que recebe R$ 32 milhões. Já Várzea Grande fica com R$ 6,5 milhões, quase o mesmo  que Sinop, que ficou com R$ 6,2. Rondonópolis recebe R$ 10, 2 milhões, a segunda maior fatia do Estado.

O município de Rosário Oeste fica com R$ 1,7 milhões.

O Secretário Municipal de Saúde de Rosário Oeste, Anderson Rodrigo, disse ao ROSARIO NEWS que será feito um planejamento de acordo com o Artigo 3° da Portaria 1.666 de 01 de julho de 2020 para utilização desse recurso.

O Artigo 3° diz que os recursos financeiros serão destinados ao custeio das ações e serviços de saúde para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da COVID 19, podendo abranger a atenção primária e especializada, a vigilância em saúde, a assistência farmacêutica, a aquisição de suprimentos, insumos e produtos hospitalares, o custeio do procedimento de Tratamento de Infecção pelo novo coronavírus - COVID 19, previsto na Portaria nº 245/SAES/MS, de 24 de março de 2020, bem como a definição de protocolos assistenciais específicos para o enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Veja abaixo as planilhas.

O aporte financeiro para as prefeituras municipais é para ser usado na melhoria dos serviços hospitalares e de atenção básica por meio da aquisição de insumos e produtos, custeio de intervenções médicas, contratação de profissionais de saúde, entre outras.

De acordo com o Ministério da Saúde, o valor destinado para cada município foi calculado pelo tamanho da população e a média de recursos transferidos para a atenção hospitalar e atenção básica no ano de 2019. Para os estados, a distribuição dos recursos levou em consideração o critério populacional e os números de leitos de UTI registrados nos planos de contingência elaborados pelos estados para o enfrentamento do novo coronavírus.

Nesse segundo repasse, os 5.570 municípios do país receberão o total de R$ 11,3 bilhões. Já para os estados o valor repassado é na ordem de R$ 2,5 bilhões.

Anteriormente, o Ministério da Saúde já havia distribuído diretamente aos estados e municípios R$ 9,9 bilhões de recursos voltados exclusivamente para combate ao vírus.

Além das transferências diretas aos estados e municípios, o Ministério da Saúde comprou e distribuiu mais de 15 milhões unidades de medicamentos para auxiliar no tratamento do coronavírus, 115,7 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), mais de 11,4 milhões de testes de diagnóstico para COVID-19 e 79,9 milhões de doses da vacina contra a gripe, que ajuda a diminuir casos de influenza e demais síndromes respiratórias no meio dos casos da pandemia. Também foram entregues 6.410 respiradores para todos os estados brasileiros. (Com informações do MS)

- RECURSOS FEDERAIS - ESTADOS

- RECURSOS FEDERAIS - MUNICÍPIOS

DA REDAÇÃO

0/Faça seu comentário