Grupo realiza abaixo-assinado contra aulas virtuais em MT

Fernando Frazão/Agência Brasil
Um abaixo-assinado virtual coleta assinaturas para barrar a volta às aulas de maneira virtual nas escolas da rede estadual em Mato Grosso em agosto. Em menos de 24 horas, o documento teve mais de 1,5 mil assinaturas.

A proposta do governo é para o retorno das aulas de forma não presencial a partir de 3 de agosto. Os 157 mil estudantes da rede estadual passarão a ter aulas virtuais que contarão como dias letivos. Para os alunos que não tiverem acesso à internet, o material será disponibilizado impresso.

No entanto, para os organizadores do abaixo-assinado esse retorno virtual das aulas irá aumentar a desigualdade, tendo em vista que "nem todos os estudantes têm computador ou celular para ter acesso a aula, inclusive alunos especiais".

A campanha recebeu o apoio da União Estadual dos Estudantes de Mato Grosso (UEE). "Os professores não estão preparados para aula online, ninguém entende nada. Educação é um direito e não uma obrigação para distribuir de qualquer jeito", opinou um dos alunos que assinaram o documento.

"Porque todos os estudantes merecem um ensino favorável. Todos, não todos que têm condição de assistir ela online", comentou outra aluna.

Segundo o documento, a retomada das aulas dessa maneira é "empurrar uma forma de ensino sem sucesso e vai atrasar a educação ainda mais". O abaixo-assinado será encaminhado para o Ministério Público do Estado (MPE).

FONTE: GAZETA DIGITAL

0/Faça seu comentário