Reajuste na tarifa de energia elétrica passa a vigorar nesta quarta-feira em Mato Grosso

Foto: Reprodução
Mato Grosso sofre um reajuste médio de 2,47% na tarifa de energia elétrica, que passa a valer nesta quarta-feira (1). O percentual aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deveria ter entrado em vigor no mês de abril, mas devido a pandemia da Covid 19, foi suspenso.

Normalmente, todos os anos as tarifas de energia elétrica são reajustadas ou revisadas. Isso ocorre todo mês de abril. Em reunião realizada na época, a Diretoria Colegiada da Aneel, órgão responsável por estabelecer as tarifas de energia elétrica em todo o Brasil, aprovou a Reajuste Tarifário Anual de 2020 da Energisa Mato Grosso.

Contudo, em meio à pandemia, a Aneel suspendeu a aplicação das tarifas aprovadas até o dia 30 de junho. Pelo cronograma normal, entrariam em vigor a partir de 8 de abril de 2020.

O Presidente Regulador da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Mato Grosso (AGER/MT), Luis Alberto Nespolo, explica: "Infelizmente a postergação que a Aneel aprovou lá atrás em abril na reunião regulatória que  definiu o aumento não foi suficiente para vencer o período de pandemia".

Conforme o Diretor Regulador de Energia e Saneamento da AGER/MT, Wilber Norio Ohara, o efeito médio a ser percebido pelos consumidores mato-grossenses é de +2,47%. "No caso dos consumidores residenciais, o reajuste é ainda menor, será de apenas +1,50%", destaca.

Ao receberem a fatura, caso não entendam ou não concordem com os valores ou informações ali contidas, os consumidores podem entrar em contato com a própria Energisa Mato Grosso para solicitar esclarecimentos ou registrar a reclamação.

Se após o contato com a distribuidora o reclamante não se sentir satisfeito, ele pode entrar em contato com a Ouvidoria da AGER/MT pelos diversos canais de atendimento disponibilizados, entre eles, o telefone 0800 727 0167 ou WhatsApp (65) 98435-7458.

A AGER/MT desenvolve as atividades de fiscalização dos serviços públicos de distribuição e geração de energia elétrica no Estado de Mato Grosso, além da atividade de Ouvidoria Setorial e Mediação Administrativa. Algumas atividades, como a definição de Normas e Homologação de tarifas continuam sendo realizadas de forma centralizada pela (Aneel).

FONTE: OLHAR DIRETO

0/Faça seu comentário