Taxa de mortalidade entre cuiabanos é maior que a do Estado e do país

REPÓRTER MT
Cuiabá ainda apresenta taxa de mortalidade por covid-19 muito mais elevada que a de todo o estado de Mato Grosso (3,7%) e também a do Brasil (3,6%), mesmo tendo apresentado redução no número de mortes. Conforme boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde da última semana, na Capital foram registradas 706 mortes, sendo 476 óbitos somente de residentes no município, que representam uma taxa de 5% de letalidade. Boletim traz dados até 25 de julho. Na tarde desta terça-feira (28) Cuiabá chegou a 504 mortes de residentes.

Na semana anterior, a taxa de letalidade ficou em 5,7% quando Cuiabá apresentou 625 mortes por covid, sendo 417 só de residentes na capital. A de Mato Grosso ficou em 4% e a do país em 3,8%. Apesar da leve redução, não refletiu muito para melhorar esse cenário e retirar o município do quadro daqueles com grande risco.

Se comparada ao documento anterior, que o total de óbitos de residentes da Capital registrado em uma semana foi de 104 mortes sendo cerca de 15 óbitos/dia, no último boletim apresentou uma considerável redução no número de mortes numa semana que ficou em  59 mortes, o que significou cerca de 8,4 óbitos/dia.

O boletim traz que o índice relativo aos casos foi influenciado pela alteração na forma de apresentação de casos que passou a ser pela data de notificação e não mais pela entrada do dado no sistema de informação. E que o quantitativo de mortes, apresentado em semanas anteriores, são de fato aquele ocorrido naquelas semanas, diferentemente dos dados relativos ao número de casos.

Ainda de acordo com o documento, o registro das quatro últimas semanas (28 de junho a 25 de julho) foi de quase 70% (68,5%) do total de mortes de covid desde o primeiro levantamento feito em 15 de abril na Capital, o que revela um crescimento de 217,3% nesse período, considerando que até 27 de junho ocorreram 150 óbitos de residentes no município.

FONTE: SÍLVIA DEVAUX
DO REPÓRTER MT