Alvo após derrota do Flamengo, Domènec Torrent se justifica: "Quando perdemos, perdemos todos"

Treinador fez mudanças de jogadores e também de posicionamento e viu a equipe ser superada com facilidade para o recém-promovido time goiano no estádio Olímpico


Mudanças de jogadores, de esquema tático, derrotas que o torcedor não estava acostumado com Jorge Jesus e muita pressão com menos de duas semanas no Brasil. Domènec Torrent tem um início de trabalho no Flamengo que não imaginava nem em suas piores previsões. A derrota para o recém-promovido Atlético-GO, por 3 a 0, nesta quarta-feira, em Goiânia, colocou o espanhol em evidência e com muitas explicações a dar.

Domènec cumprimenta Vágner Mancini em Goiânia — Foto: Alexandre Vidal / CRF
A troca de Rafinha e Arrascaeta por Gustavo Henrique e Vitinho, a alteração drástica de posicionamento em campo, a apatia. O Flamengo de Dome não lembra em nada o que fez sucesso com Jorge Jesus, e o treinador falou sobre a derrota em Goiânia.

- Não jogamos com quatro zagueiros: Rodrigo, Gustavo, Léo e Filipe. Um volante, dois meias e três atacantes. Começamos no 4-3-3 e na segunda parte no 4-2-3-1. Quando perdemos, perdemos todos. Não só um jogador. Perdemos o técnico e os jogadores. Eles ganharam a segunda bola, jogaram em um ritmo mais alto.

Sem pontuar em duas rodadas, o Flamengo é o lanterna do Brasileirão. Sábado, às 19h30 (de Brasília), em Curitiba, o adversário será o Coritiba, no Couto Pereira, pela terceira rodada da competição.

Confira outros trechos da coletiva

Mudanças na equipe

No primeiro jogo, começamos com o 4-4-2, como Jorge Jesus. Acho que jogamos muito bem no primeiro tempo do primeiro jogo e poderíamos fazer mais gols. Hoje, começamos no 4-3-3 e depois no 4-2-3-1. Respeito o trabalho do ano passado, não fiz muitas alterações, mas eu falo que é difícil ganhar novamente. É muito difícil. O ambiente com a pandemia é muito difícil.

Jogamos depois de 24 dias, parece que estamos na pré-temporada, um ritmo muito mais baixo, os outros em um ritmo mais alto, mas trabalharemos para fazer uma equipe vencedora. Certamente venceremos novamente. Eu preciso de tempo, os jogadores precisam de tempo. Não para jogar com Dome como técnico, mas para estarem melhor fisicamente, jogarem mais jogos e voltarem a vencer.

Duas derrotas seguidas

Não é normal. O Flamengo é vencedor, ganhou quase tudo. Eu sou vencedor. Não me lembro de perder dois jogos seguidos, mas acontece algumas vezes no futebol. Por que? Porque as ligas não são as mesmas, algumas equipes fazem mais jogos que você e não é fácil. Temos que ter mais ritmo, mais treinamentos e jogar em um ritmo alto. Estamos trabalhando duro para isso. Não é fácil. Todos os times estão muito bem preparados para vencer equipes como o Flamengo.

FONTE: GE

0/Faça seu comentário