Cristãos são espancados por radicais após ajudar a evangelizar amigos hindus, na Índia

Foto: Kashmir Observer
O pastor Ramnivas Kumar já havia sido atacado antes, mas na última ocorrência ele ficou chocado com o fato de que a polícia da região onde mora, no leste da Índia acabou prendendo seus convidados que também eram vítimas no caso, com base em acusações (visivelmente falsas) de que eram ladrões, disse ele.

Os cristãos Avinash Kumar e Rambali Ram estavam visitando a casa do pastor Kumar no vilarejo de Ranjitpur, estado de Bihar, em 13 de julho com dois amigos hindus que os conheceram no caminho de seus campos no distrito de Sitamarhi e pediram ao pastor que orasse por eles, disse o líder da igreja.

Os dois hindus disseram aos cristãos que queriam que o pastor lhes contasse a história de Jesus e orasse por eles, disse ele. Então, enquanto Kumar recebia os quatro convidados e todos conversavam durante o chá, o pastor Kumar perguntou se as inundações recentes afetaram suas colheitas, apresentou o evangelho aos hindus e começou a orar por eles.

“Enquanto eu orava, ouvimos os vizinhos gritando conosco da porta principal”, disse o pastor Kumar ao Morning Star News. “Eles estavam lançando abusos contra mim, acusando-me de aceitar uma fé estrangeira e seguir um Deus estrangeiro”.

Ele e os dois convidados cristãos saíram para perguntar por que haviam se intrometido em sua propriedade e estavam usando linguagem obscena contra ele e sua fé.

“Eles começaram a nos bater com barras de aço e varas de madeira. Os dois irmãos receberam golpes na cabeça e logo começaram a sangrar muito”, disse o pastor. “Eu também fui atingido e não consegui impedir a multidão de bater nos quatro convidados que nos visitavam”.

Ele chamou a polícia, e os policiais da delegacia de Punaura chegaram e perguntaram por que a multidão invadiu sua propriedade e os espancou com varas de aço e paus, disse o pastor Kumar.

“Os agressores inverteram o assunto com muito tato e disseram à polícia que estavam preocupados com o fato de quatro pessoas invadirem a casa de Ramnivas Kumar e que eles tinham vindo a tempo de resgatá-lo do assalto à luz do dia”, disse ele ao Morning Star News. “A polícia ouviu a versão deles, mas não nos deu atenção. Nossos apelos caíram em ouvidos surdos”.

Os policiais lhe disseram que os quatro convidados eram “forasteiros e que poderiam até ser mortos se entrassem na casa de alguém para cometer roubo”, e prenderam os dois visitantes cristãos, disse o pastor Kumar.

Um representante do grupo de defesa legal Alliance Defending Freedom India ligou para o chefe da delegacia e oficiais superiores da polícia em Bihar naquela noite,pedindo que tomassem medidas contra os agressores e não acusassem os cristãos inocentes. Como resultado, os cristãos foram libertados na manhã seguinte, sem acusações.

A polícia alertou os assaltantes para não incomodar o pastor ou seus amigos e com a ajuda da ADF Índia, o pastor solicitou ajuda ao superintendente da polícia e outros oficiais superiores da polícia, bem como à Comissão de Direitos Humanos. As autoridades o informaram que o caso seria ouvido antes do oficial subdivisional em 13 de setembro.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO MORNING STAR NEWS

0/Faça seu comentário