Frio pode trazer chuva rápida a Mato Grosso nesta semana

REPRODUÇÃO
A queda de temperatura prevista para esta semana pode trazer chuva rápida, mas em pontos esparsos em Mato Grosso. Chuva volumosa e intensa será registrada somente no estado vizinho, Mato Grosso do Sul. Segundo o chefe do Setor de Comunicação do 9º Distrito de Meteorologia, vinculado ao Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Waldilson Almeida Fidelis, a previsão de chover forte na Capital mato-grossense é só para a segunda quinzena de setembro.

Passados os dias de frio, em que estão previstos mínima de até 12 graus, o calor e o tempo seco volta a assolar Cuiabá por mais um mês.

Só a “chuva do caju” para aliviar a sensação térmica, de clima seco e tomado pela fumaça das queimadas, principalmente as que atingem o Pantanal. A situação não está nada agradável para os cuiabanos. Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), identificaram nesta semana, mais de cinco mil focos em todo Estado, listando o Mato Grosso como o terceiro do país com o maior número de focos de calor registrados desde o dia 1º de agosto.

Mesmo sendo tão esperada, a primeira chuva após um longo período de estiagem requer muito cuidado. Além de ventos fortes e descargas elétricas, ela pode vir carregada de gases poluentes lançados na atmosfera, que produzem a chamada chuva ácida.  A recomendação tanto dos especialistas em meteorologia, como os de saúde é que as pessoas evitem contato com ela. Ainda mais com o aumento das queimadas devido à baixa umidade e vegetação seca.

FONTE: REPÓRTER MT