Mensagem atribuída a bandidos pede que "gurizada" mate PMs

REPRODUÇÃO
O vídeo de uma conversa em um grupo de WhatsApp atribuída a criminosos mostra o que seria a convocação de comparsas para matar policiais por causa dos confrontos recentes com a Polícia Militar em Cuiabá. (Assista no final da matéria)

As imagens vieram a público após policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) matarem dois suspeitos de tráfico na noite de quarta-feira (5), no Bairro Altos da Serra, região do CPA, em Cuiabá.

No vídeo é possível ver que uma pessoa filma a tela de um celular com mensagens de um grupo de WhatsApp intitulado “Tropa do Fazendeiro”.

Nele, uma pessoa com um número de DDD 47, de Santa Catarina, diz que chegou o momento de revidar e matar os policiais.

“Gurizada, vamos começar a matar polícia na rua, pq se n todo dia vai ser assim morrendo gurizada e ninguém mata polícia, por  isso os cara tão matando os cara na rua, tudo pagando de bandido, mas é bandido só para matar um a outro e ninguém faz nada para acabar com isso [sic]”, diz trecho da mensagem.

Em outro momento, a pessoa dá a entender que está preso e promete matar militares quando sair.

“Altos caras bom morrendo na rua, quando e sair, vou sair daquele jeito, vou  parar a quebrada, vou matar um polícia lá, aí quero ver quem é os caras que são bandidos mesmo na quebrada, porque o trem vai ficar louco. Só os manos que tem coragem vai ficar vivo. Eu falo pros manos da minha quebrada isso, a polícia matou 5 lá já [sic]”.

No vídeo também dá para ouvir um rádio transmissor com a frequência da PM. Nele é possível ouvir os policiais se comunicando sobre o confronto do Bope.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa PM, que ainda não informou se vai se manifestar sobre as supostas ameaças.

O confronto

REPRODUÇÃO
Segundo o comandante do Bope, duas viaturas da corporação estavam em patrulhas e foram recebidas a tiros na região.

“Nós temos uma conduta de patrulhamento diferenciada, as viaturas, durante as patrulhas, andam um pouco afastadas uma das outras, a primeira viatura escutou os disparos e já foi verificar de onde vinham. Eles desembarcaram e revidaram”, disse.

“Alguns fugiram. Um que estava armado foi alvejado e outro que fugiu pelo mato deu de frente com a outra viatura que estava se aproximando do local. Ele estava  com uma arma na mão, foi mandado que largasse e ele não obedeceu. Acabou sendo alvejado também”, contou.

Os dois baleados chegaram a ser socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), mas morreram.

Moradores do bairro registraram o momento da troca de tiros, por meio de vídeos divulgados no WhatsApp.

Em um é possível ouvir os disparos. Já outro mostra um carro passando em alta velocidade em uma das ruas do bairro. Também circulam fotos que seriam dos dois mortos no confronto.

Este é o segundo confronto do Bope envolvendo morte em pouco mais de uma semana.

No último dia 29, seis homens morreram em uma troca de tiros com os policiais do batalhão, no Bairro Itamaraty, também em Cuiabá.

Veja o vídeo:


FONTE: JAD LARANJEIRA
DO MÍDIA NEWS

0/Faça seu comentário