Oito deputados de MT devem ser candidatos; suplentes ganham espaço

RepórterMT
Pelo menos oito deputados de Mato Grosso podem ser candidatos a prefeito ou a senador na eleição deste ano, que será realizada em novembro. Os parlamentares podem se candidatar a outros cargos, sem necessidade de desincompatibilização, ou de afastar do cargo durante o período de campanha.

Dos que podem ser candidatos, dois manifestaram que pretendem ausentar durante alguns dias durante a eleição.

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) anunciou que pretende afastar de suas funções na Assembleia, no próximo mês, para se dedicar à campanha ao Senado. O ex-presidente do Sintep (Sindicatos dos Trabalhadores da Educação), Henrique Lopes, deve assumir a vaga durante o período eleitoral.

O mesmo deve acontecer com o Thiago Silva (MDB) caso seja candidato à Prefeitura de Rondonópolis. Ao RepórterMT, ele comentou que ainda não definiu sobre uma possível candidatura e que aguarda resultado de pesquisa e reunião com grupo político para decidir se pretende enfrentar as urnas.

Caso seja candidato, ele disse que pode se afastar de suas funções de deputado por cerca de dois meses para focar na campanha, caso saia, o secretário de Estado, Silvano Amaral pode assumir o posto.

No Legislativo mato-grossense tem outros três que são cotados para a eleição. O presidente do Legislativo, Eduardo Botelho (DEM) admitiu a possibilidade de concorrer à Prefeitura de Cuiabá, mas a participação dele na disputa vai depender de alguns fatores, entre eles que o atual prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB), não seja candidato à reeleição.

Quem também pode disputar o comando do Palácio Alencastro é o deputado Ulysses Moraes (PSL). Seu partido deve decidir até o início das convenções se lançará candidatura própria ou se irá apoiar outro candidato.

Elizeu Nascimento (DC) também manteve sua pré-candidatura a eleição suplementar. Até o momento, segundo a assessoria, ele pretende conciliar os trabalhos do Legislativo com a campanha.

Na Câmara Federal três deputados devem ser candidatos nesta eleição. José Medeiros (Podemos) segue com pretensão de disputar eleição ao Senado.

O deputado Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho (PTB) e Juarez Costa (MDB) devem ser candidatos a prefeito de Várzea Grande e Sinop, respectivamente.

Caso sejam oficializados pelo seus partidos como candidatos eles não pretendem se afastar de suas funções em Brasília.

Vale lembrar que caso percam as eleições eles voltam a exercer seus mandatos.

FONTE: REPÓRTER MT