Site da Polícia disponibiliza banco de informações de pessoas desaparecidas

REPRODUÇÃO
O site da Polícia Civil disponibiliza agora banco de dados para divulgar informações e auxiliar na localização de pessoas desaparecidas em Mato Grosso. A página pode ser acessadas no link https://desaparecidos.pjc.mt.gov.br que contém as ocorrências registradas nas Delegacias da Polícia Civil no Estado.

A nova ferramenta é uma demanda antiga do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (NPD), que reúne o maior número de registros de pessoas desaparecidas e passa a contar com reforço no trabalho de localização dos desaparecidos.

A escrivã do NPD Jannaína Paula Brito de Souza Silva destaca que, além de auxiliar na busca por pessoas desaparecidas, a página possibilita ter um banco de informações que possibilite também à população colaborar com o trabalho policial. "Mais uma forma de prestar nossos serviços à sociedade”, garantiu.

O banco de dados será alimentado pelas delegacias de todo o Estado, com base nos boletins de ocorrência de desaparecimento registrados nas unidades policiais, conforme define a Resolução 064/2020, do Conselho Superior de Polícia.

Nas informações publicadas constam informações como nome completo da pessoa, idade, data do desaparecimento, bairro onde mora, município, além da imagem e telefones para contato. A pessoa que acessa pode também compartilhar as informações por meio de links para o aplicativo de mensagens Whatsapp ou pelo Instagram.

O coordenador de Tecnologia da Informação da PJC, investigador Fábio Góes, explica que a página integra o  conjunto de sistemas corporativos da instituição, o Geia, que reúne diversas ferramentas tecnológicas integradas nas áreas operacional e administrativa para o trabalho diário das equipes policiais.

“Qualquer pessoa pode acessar a página e é mais uma ferramenta que a Polícia Civil coloca a serviço da população para o trabalho de localização de pessoas desaparecidas”, disse o investigador adiantando que na próxima atualização será inserida uma ferramenta para que a população possa interagir de forma interativa.

FONTE: REPÓRTER MT

0/Faça seu comentário