Bandidos fingem ser policiais, sequestram homem em VG e o abandonam no Sucuri após roubo

PJC
Bandidos armados se passaram por policiais e sequestraram um homem de 36 anos, na madrugada de domingo (7), na rodovia Mário Andreazza, em Várzea Grande. Na ação, ele foi dopado, teve seu cartão com senha levado pelos bandidos, que sacaram uma quantia de R$ 5.780. Após o crime, foi abandonado em um matagal no Sucuri. A prática criminosa é parecida com uma ação que aconteceu na última semana com um 3 pessoas em Cuiabá.

De acordo com as informações, a vítima trafegava pela avenida quando na altura da rotatória que dá acesso à Passagem da Conceição, foi fechado e abordado por um Fiat Pálio Branco, com 3 homens, sendo que dois deles desceram do carro e foram até a vítima afirmando que eram policiais e que iam checar o veículo dele.

Durante a ‘revista’, encontraram algumas garrafas de cerveja no carro e alegaram que o levariam para uma delegacia. Ele foi colocado no banco de trás do veículo do grupo, e sob a mira de uma arma, percebeu que estavam indo em direção ao distrito do Sucuri.

Foi aí que ele questionou os suspeitos, dizendo que não havia nenhuma delegacia na região, sendo avisado que se tratava de um roubo. Os bandidos deram uma substância não identificada, fazendo com que a vítima ficasse inconsciente por alguns minutos.

Quando retomou a consciência, já estava amarrado dentro do seu carro próprio carro. Na ação, os bandidos levaram o cartão de crédito com a senha do homem, de onde foi furtada uma quantia de R$ 5.780.

Além disso, vários produtos que estavam em seu carro também foram levados. O caso foi registrado na delegacia de Várzea Grande e será investigado pela Polícia Civil.

Casos parecidos

No último final de semana, 3 pessoas foram vítimas de uma ação parecida em Cuiabá. Casal que estava em um carro no ‘mirante’ do Centro de Eventos do Pantanal foi abordado pro bandidos, amarrados e levados para uma região do Sucuri. Foi relatado que os suspeitos também se identificaram como policiais.

Dentro do carro dos bandidos já estava uma terceira vítima, que estava dopada e amarrada. O trio foi abandonado após o roubo, acionando a Polícia em seguida. O caso segue sendo investigado e não há informações se há ligação entre eles.

Já em agosto, a filha de um promotor de Cuiabá, de 20 anos e o namorado dela, também foram sequestrados no mirante e levados para o Sucuri.

FONTE: GAZETA DIGITAL

0/Faça seu comentário