Com suspeita de coronavírus, moradora de Jangada busca atendimento no Centro de Triagem

Foto por: Tchélo Figueiredo - SECOM/MT
Com suspeita de coronavírus, a professora Djeane Ferreira de Almeida, 48 anos, saiu de Jangada, município a 82 km de Cuiabá, para buscar atendimento no Centro de Triagem Covid-19. O exame foi necessário após o contato com o pai, de 77 anos, que foi diagnosticado com a doença e segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Metropolitano, em Várzea Grande.

Djeane explicou que os primeiros testes realizados no pai deram negativos. Porém, após a realização do exame de tomografia, o resultado foi positivo e mostrou que 50% dos pulmões estavam comprometidos. Depois disso, em menos de uma semana, a evolução da doença foi rápida e o quadro clinico foi piorando.

“No sábado, dia 22 de agosto, meu pai não estava bem e fomos ao posto de saúde, realizamos os testes que deram negativos. No domingo ele retornou para a mesma unidade e precisou ser medicado. O médico pediu tomografia e o resultado mostrou que 50% dos pulmões estavam comprometidos, precisando assim ser encaminhado para o Hospital Metropolitano, onde ficou internando”, explicou Djeane.

Ainda de acordo com as declarações, o pai, idoso, tinha dificuldades em cumprir o isolamento social.

“Ele sempre estava saindo, visitava uma feirinha, queria estar entre pessoas, mesmo a família pedindo para ele ficar em casa, sempre tinha resistência. Usava máscara achando que só isso ia resolver”, lamenta.

Diante da situação, os familiares estão em monitoramento e realizado os testes da Covid-19 no Centro de Triagem para saber se além do pai, mais algum outro familiar foi infectado, já que todos tiveram contato com o doente.

“Eu fiz o meu teste agora e deu negativo, fiquei muito feliz, pois estava preocupada achando que tinha contraído essa doença. Aqui no Centro de Triagem fui muito bem tratada, o atendimento aqui é rápido e eficaz, o Governo de Mato Grosso está realizando um excelente trabalho”, afirmou.

Djeane destacou ainda que tem medo de ser contaminada e alerta: “a população deve ficar em casa, sair somente quando for necessário e manter toda prevenção. O meu pai está internado na UTI, o caso dele é grave e essa doença não é brincadeira”.

Dados de atendimentos

Durante o período de 22 julho a 02 de setembro, o Centro de Triagem Covid-19 atendeu, 24.701 pacientes com a realização de testes para o diagnóstico do novo coronavírus. A unidade montada na Arena Pantanal tem auxiliado os municípios da Baixada Cuiabana na atenção básica para o enfrentamento da pandemia com tratamento precoce da doença.

Do total, 4.706 pessoas tiveram o resultado positivo para o coronavírus, 12.167 negativo e 7.827 foram considerados suspeitos de estarem com a doença. Foram realizadas 1.817 tomografias, importante exame de avaliação dos pulmões dos pacientes infectados.

A farmácia do Centro de Triagem da Covid-19 entregou aos pacientes 12.534 kits de medicamentos para o tratamento precoce da doença. Esses medicamentos foram receitados após realização de consulta com os médicos que atuam na unidade.

Como funciona o Centro de Triagem

O atendimento no Centro de Triagem funciona de segunda-feira a domingo, das 7h às 17h. São entregues até 800 senhas por dia, sendo 500 emitidas pela internet, através do link: triagem.mt.gov.br, e 300 senhas presenciais, entregues no local, das 6h às 6h45.

É obrigatório o uso de máscaras de proteção e as equipes do Corpo de Bombeiros monitoram o local para garantir a organização do espaço durante a entrega das senhas.

Serviço

O Centro de Triagem na Arena Pantanal fica localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n - Verdão, em Cuiabá.

POR Carlos Celestino | Secom-MT

0/Faça seu comentário