Cristãos protestam contra remoção de 15 cruzes na Índia

REPRODUÇÃO

Autoridades indianas removeram 15 cruzes de uma colina em Gerahalli (Karnataka). As operações de demolição ocorreram em 23 de setembro e duraram mais de seis horas.

Cerca de 300 policiais e fiscais isolaram uma área para que os funcionários retirassem uma cruz de 32 metros de altura e outras 14 menores: esta última representava as estações da Via Crucis.

Os cristãos de Gerahalli, uma pequena paróquia com 100 famílias, choraram e oraram. O líder local disse que a “ação seletiva realizada [pelas autoridades] contra os cristãos no atual clima de intolerância religiosa”

Antony Britto afirma ter recebido a visita de um funcionário administrativo no dia 22 de setembro, que comunicou a ordem de afastamento emitida pelo Tribunal Superior. No dia seguinte começaram os trabalhos de demolição: as cruzes foram retiradas com um trator.

A Igreja não conseguiu regularizar o uso da área pública. J. A Kanthraj, porta-voz da igreja, fez questão de especificar que um pedido específico às autoridades distritais foi apresentado há 10 dias. “É uma zona de pastagens (Gomala), além das cruzes, existem templos hindus que, pelo contrário, não foram tocados”, disse.

Em Karnataka, onde o partido (nacionalista hindu) Bharatiya Janata está no poder, remover cruzes está na ordem do dia. As ocorrências dos últimos dias se deram pela quarta vez nos últimos seis meses.

Britto planeja apelar da decisão do tribunal. No entanto, ele admite que será difícil encontrar os documentos necessários. Enquanto isso, o líder apela à "paz, oração e calma".

FONTE: GUIAME

0/Faça seu comentário