Prefeitura de Sinop abre concurso público com 39 vagas e salários que chegam a R$ 11,3 mil

REPRODUÇÃO
A prefeitura de Sinop lançou edital de concurso público para preenchimento 39 vagas efetivas na administração municipal. Há oportunidades para profissionais com diversos níveis de escolaridade e os salários iniciais variam de R$ 1,5 mil a R$ 11,3 mil. Os aprovados trabalharão 40 horas semanais, com exceção de pedagogos, que terão jornadas de 30 horas por semana.

Serão preenchidos os cargos de agente de serviço de saúde (4 vagas), auxiliar de coordenação pedagógica (1), auxiliar técnico de esportes (1), bibliotecário (1), engenheiro civil (1), engenheiro eletricista (2), médico clínico geral (2), procurador jurídico (4), professor licenciado em Pedagogia (20), técnico educacional (1), técnico de desenvolvimento infantil (1) e terapeuta (1). Todos os cargos também terão cadastro de reserva e, desta forma, há possibilidade que sejam convocados mais profissionais além do total previsto.

As inscrições serão recebidas entre os dias 24 deste nês e 22 de outubro, por meio da site da banca organizadora. Candidatos com nível superior pagarão R$ 120 de taxa de inscrição. Para os de nível médio a taxa será de R$ 80 e os que concorrerem em cargos de nível fundamental pagarão R$ 50.

O concurso público da prefeitura de Sinop terá provas objetivas e de títulos. As avaliações objetivas para todos os cargos estão previstas para o dia 22 de novembro. As datas, no entanto, poderão ser alteradas, dependendo do total de candidatos. O resultado final do concurso, conforme o cronograma, será publicado no dia 18 de dezembro.

O último concurso aberto pela prefeitura de Sinop foi realizado em 2014. O certame visava o preenchimento de 200 vagas para agente de saúde, apoio administrativo, assistente administrativo, assistente social, auxiliar de consultório, biomédico, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, médico, motorista, nutricionista, professor, psicólogo, técnico administrativo, técnico de enfermagem, entre outros.

FONTE: Só Notícias/Herbert de Souza

0/Faça seu comentário