13% dos candidatos em MT não têm nem o ensino fundamental

Reprodução/Internet

Dos 12.617 candidatos que participam das eleições municipais em Mato Grosso neste ano, 13,99% não possuem nem mesmo o ensino fundamental completo, segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

São 1.358 que não concluíram o ensino fundamental e outros 409 que declaram ler e escrever como grau de escolaridade. Apesar do número significativo, a maior parte dos candidatos - 35% - possui ensino médio completo.

De acordo com os dados do TSE, dos 409 candidatos que declararam apenas saber ler e escrever, 403 concorrem para o cargo de vereador, 3 para vice-prefeito e dois para prefeito.

Entre estes concorrentes a prefeito está Ramilton Luna de Alencar, mais conhecido como Chaveta (PP), que tentar comandar a Prefeitura de Apiacás (1.010 km ao norte da Capital). Apesar de apenas de não ter educação formar, o produtor agropecuário tem uma fortuna avaliada em R$ 11,7 milhões.

Outro que também tem pouca instrução é o prefeito de Barra do Bugres (168 km a médio-norte), Raimundo Nonato (DEM) que tenta a reeleição. Ele começou na vida política em 2004, já concorrendo à prefeito, tentou novamente em 2008 e 2012, mas só conseguiu o cargo em 2016.

FONTE: GAZETA DIGITAL

0/Faça seu comentário