Pantanal tem aumento de 632% nos focos de fogo em setembro

Christiano Antonucci/Secom

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que o Pantanal mato-grossense registrou 5.859 focos de fogo em setembro. No mesmo período em 2019 foram 800 focos, o que representa um aumento de 632,3%.

Na região pantaneira, o município mais atingido foi Barão de Melgaço (113 km ao sul de Cuiabá), com 2.120 focos, o que significa 10,4% dos incêndios em todo o estado. Logo depois vêm Poconé (104 km ao sul), com 1.765 registros e Cáceres (225 km a oeste), com 1.148 focos.

Entre as cidades com mais incêndios no país no mês de setembro, Barão de Melgaço fica em segundo, atrás apenas de Corumbá (MS), localizada no Pantanal do estado vizinho, também atingido pelas queimadas. Dos 5 municípios com mais focos, dois são de Mato Grosso, entrando Poconé também no ranking.

Um dos locais atingidos pelas chamas foi o Parque Estadual Encontro das Águas, unidade de conservação em Poconé que preserva a maior quantidade de onças-pintadas do mundo que teve 242 focos de fogo em seus 108 mil hectares apenas em setembro.

Também sofreu com a ação do fogo o Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense, em Poconé. Com 135 mil hectares e lar de animais ameaçados de extinção como o tamanduá-bandeira, o tatu-canastra, a ariranha e o cervo-do-pantanal, o parque teve 50 pontos de fogo em setembro.

FONTE: GAZETA DIGITAL

0/Faça seu comentário