Após polêmica no VAR, Cuiabá perde para o Grêmio dentro de casa

Divulgação

O Dourado perdeu sua invencibilidade dentro da Arena Pantanal em 2020. Em partida recheada de polêmicas por causa do árbitro de vídeo (VAR), o Cuiabá foi derrotado pelo Grêmio pelo placar de 2 a 1, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. Diego Souza e Jean Pyerre de pênalti marcaram para equipe gaúcha. Pelo lado dos donos da casa, Willian Santana descontou em cabeçada forte. 

O confronto aconteceu horas depois do técnico do Cuiabá, Marcelo Chamusca, ter deixado o clube para aceitar treinar a equipe do Fortaleza. Com isso, o  Cuiabá foi dirigido interinamente pelo auxiliar-técnico Franco Muller.

O Grêmio fez um bom primeiro tempo e soube administrar o jogo mesmo jogando fora de casa. O imortal abriu o marcador logo aos 7 minutos com Diego Souza. 

Aos 18 minutos, em belo cruzamento, Willians subiu mais que a zaga gaúcha e testou firme para empatar a partida. Aos 42, Pepê chega antes, sofre carrinho de Kunde e árbitro marca a penalidade. Jean Pyerre foi para a cobrança e aumentou.

O Cuiabá voltou com outra postura no segundo tempo. Contando, foram 11 finalizações contra apenas duas do Grêmio, obrigando o goleiro Vanderlei a trabalhar bastante no jogo. Em momentos da etapa final, o Dourado obteve 73% da posse de bola, enquanto o Grêmio tinha apenas 27%.

O Dourado foi superior na segunda etapa, apostando em chutes de longa distância e jogadas trabalhadas pelo alto. Em boa oportunidade, o Cuiabá mandou uma bola na trave dos gremistas. Em outro momento, o Auriverde teve uma sequencia de bons momentos, obrigando Vanderlei fazer grandes defesas.

Polêmicas do VAR

Jogadores do Cuiabá reclamaram muito de um possível pênalti no primeiro tempo. Após cabeçada de Willians Santana, a bola toca nas pernas de Lucas Silva e resvala no braço do meio-campista.

Por outro lado, o lance que originou o segundo gol do Grêmio precisou da consulta do VAR. A jogada ocorreu pela esquerda com passe em profundidade para Cortez. Antes, foi avaliado pelo árbitro de vídeo um possível impedimento do camisa 12. Além disso, foi verificado também se a bola saiu na hora do passe do jogador gremista.

"Pelo que se fala depois do jogo uma bola da mão e outro a bola saindo. O VAR está aí para ajudar, mas se viu que acaba trabalhando. É parte deles resolver lá, não cabe a nós cobrar esse tipo de coisa", afirmou o técnico interino após a partida.

Com o triunfo na Arena Pantanal, o Grêmio conseguiu levar uma pequena vantagem para casa e agora precisa de apenas um empate por qualquer resultado para avançar à semifinal da competição. Já o Cuiabá precisará vencer o Tricolor por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis e dois para avançar direto para próxima fase. A partida decisiva está marcada para próxima quarta (18), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.  

No Brasileirão, o Imortal joga contra o Ceará, no sábado (14), às 18h, na Arena do Grêmio. No mesmo dia, às 20h30 , o Dourado recebe o América-MG na Arena Pantanal, pela Série B.

FONTE: GAZETA DIGITAL