Dupla tenta estuprar jovem de 18 anos e ameaça matar ela e a filha

REPRODUÇÃO

Dois homens, de identidade não revelada, foram presos na madrugada desta sexta-feira (13) em Matupá (695 km de Cuiabá), após tentarem estuprar uma jovem de 18 anos. A vítima contou à polícia que foi agredida com socos na cabeça e os homens ameaçaram sua filha de morte.

De acordo com informações, a jovem acionou a PM pelo 190, dizendo que dois homens tentaram estuprá-la, além de terem ameaçado ela e sua filha de morte. Ela estava sozinha às margens da MT-322 e precisava de ajuda.

Durante o trajeto até o local onde a jovem estava os policiais foram abordados por dois homens que disseram que uma moça estava com eles na madrugada, quando “surtou” e mordeu um deles.

Para apurar melhor a situação, os policiais levaram a dupla para o quartel da Polícia Militar e voltaram para procurar a vítima. Na rodovia, os militares encontraram a jovem bastante abalada e chorando muito.

Ela contou que na noite de quinta-feira (12) ela estava com as amigas em uma boate em Peixoto de Azevedo (691 km de Cuiabá), quando os dois homens se aproximaram e começaram a pagar bebidas para ela e suas amigas e se enturmaram com o grupo.

Quando a boate fechou, a dupla convidou as mulheres para outra festa que estava acontecendo em Matupá. As suas amigas foram de moto e ela foi de carro com os dois homens.

Durante o trajeto até Matupá, um dos homens perguntou se a vítima ficaria com ele, e ela respondeu que talvez. Logo após a resposta da mulher, o outro homem ofereceu dinheiro para que ela tivesse relação sexual com os dois.

A mulher se assustou com a pergunta e disse que nunca faria uma coisa dessas, e pediu para voltar para Peixoto de Azevedo, que iria dormir na casa de um parente. Neste momento, um dos homens disse à jovem que “poderia lhe fazer algum mal”, mas mesmo assim eles a levaram até a casa.

Quando ela foi descer do veículo, um dos homens a segurou pelo braço e a puxou de volta para dentro do carro. O homem viu uma tatuagem no braço da vítima com o nome da filha dela e ameaçou matar a criança.

Os dois homens, então, voltaram com a vítima para a MT-322. No caminho, eles tocavam o tempo todo na mulher, levantando suas roupas na tentativa de seduzi-la a ter relações sexuais. Com a negativa da vítima, um dos homens deu socos na cabeça dela, que se defendeu mordendo o homem no braço.

Na entrada de uma fazenda, o carro da dupla quebrou e ela tentou fugir e ligar para o 190, mas um dos agressores tomou seu celular. Os dois ameaçavam a mulher de morte o tempo todo, dizendo que a estuprariam e a matariam naquele lugar.

Em um momento de descuido dos agressores, a mulher conseguiu pegar o celular, saiu correndo e se escondeu na mata até os dois irem embora. Ela foi até a rodovia e acionou a Polícia Militar.

Os dois homens foram presos pela Polícia de Matupá. No momento da prisão, um deles tentou resistir, dizendo que possuía “fobia” e começou a gritar, mas foi acalmado.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

FONTE: REPÓRTER MT