PM define efetivo com mais de 1.440 policiais para atuar no pleito eleitoral em MT

Foto por: Secom-MT

Em todo o Estado, mais de 1.400 policiais militares vão atuar exclusivamente no pleito eleitoral do dia 15 de novembro. O planejamento operacional da Polícia Militar para as eleições foi definido em reunião entre o Comando Geral da PM e os 15 comandantes regionais, na tarde de quinta-feira (05.11), em Cuiabá. 

O comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, e o subchefe do Estado Maior, coronel Wancley Rodrigues promoveram uma reunião por videoconferência com o representante do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, Lídio Modesto, que fez questão de conhecer os comandantes regionais das unidades da PM que coordenam o policiamento na região metropolitana e no interior do estado. 

O plano operacional das eleições é coordenado pelo subchefe de Estado Maior e diretor da PM, coronel Wancley Rodrigues, que explicou que o policiamento ordinário, aquele rotineiro das ruas se manterá e que o efetivo para eleições é mais um reforço extra para a população no domingo.

“Queremos dizer que a sociedade vai poder ir às urnas tranquila. Vamos estar atuando com o nosso policiamento ostensivo e com esses mais 1.440 policiais que vão garantir a segurança de todo cidadão que for exercer seu direito de ir às urnas. Contem com a PM, nossas equipes estão preparadas para auxiliar a todos”, destaca coronel Rodrigues. 

Coronel Wancley Rodrigues destaca ainda que a Polícia Militar está presente em todos os 141 municípios e que nestas eleições não será diferente. As equipes da PM darão apoio na segurança em aldeias indígenas, assentamentos e nas localidades mais longínquas de Mato Grosso. 

As unidades especializadas da PM (Bope, Batalhão Rotam, Ambiental, Cavalaria e Batalhão de Trânsito) continuarão nas ruas com o policiamento ostensivo pela Operação Centurião, bem como todos os batalhões seguirão com a Operação Ostensividade Total.

DA REDAÇÃO