Produtores apreensivos com atraso no plantio da soja em MT pode impactar na próxima safra de milho

foto: arquivo/Lucas Ninno/assessoria

O momento atual de atraso na semeadura da soja está sendo um fator relevante para a safra futura de milho em Mato Grosso, já que no mesmo período do ano passado a soja havia sido semeada em 81,60%, contra 54% da atual, e tem deixado produtores apreensivos.

São muitos os fatores que podem afetar o desempenho de uma cultura, em especial a janela ideal de plantio e as precipitações de chuva, que chamam a atenção do produtor para o melhor alcance nas produtividades. Assim, ao observar a evolução da semeadura nas safras de milho anteriores é visto que o atraso no plantio do cereal pode estar correlacionado com a produtividade. Exemplo disto é a safra 18/19, que iniciou o plantio dentro da janela ideal, e consequentemente apresentou um rendimento recorde de 110,9 saca/hectare em Mato Grosso, valor superior em relação às safras 2017/18 e 2019/20, com 99,55 saca/ha e 109,02 saca/hectare, que tiveram a semeadura mais tardia, respectivamente, analisa o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim semanal do milho.

FONTE: Só Notícias