Arborização e ciclovia: veja como deve ficar o BRT em Cuiabá e VG

REPRODUÇÃO

Na reunião que anunciou a mudança do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para o BRT (ônibus de trânsito rápido), nesta segunda-feira (21), o governador Mauro Mendes (DEM) apresentou imagens de como deve ficar o novo modal de transporte após sua implantação.

Segundo as imagens, com o BRT será possível fazer a arborização da Avenida Historiador Rubens de Mendonça, a Avenida do CPA. Lá é um dos principais trajetos do modal.

De acordo com Mendes, será possível ainda a criação de um parque linear. No caso do VLT, isso seria impossível segundo os estudos do Governo.

Também será possível implementar ciclovia nos canteiros centrais.

Outra vantagem está nos custos. A conclusão do BRT é de R$ 333 milhões a menos que o VLT.  O Veículo Leve sobre Trilhos precisaria de mais R$ 763 milhões para ser finalizado. Já o BRT, necessita apenas de R$ 430 milhões para ser implantado

A tarifa, é outra vantagem do BRT, segundo o estudo. O custo deve ser de R$ 3,04, enquanto do VLT poderia chegar a R$ 5,28.

Com 54 veículos, o BRT ainda possibilidade a ampliação da rede e pode transportar mais passageiros a uma velocidade muito maior que o VLT.

Veja as imagens:







MÍDIA NEWS

0/Faça seu comentário