Membro do Knesset diz que Israel está ‘cada vez mais próximo’ do Terceiro Templo

Foto: Rotter

Um membro do Knesset, o parlamento de Israel, acendeu as velas de Chanucá — a tradicional festa judaica das luzes — do lado de fora do Monte do Templo, na terça-feira passada (15). Na ocasião, ele falou que a nação está cada vez mais próxima da construção do Terceiro Templo.

Amit Halevi, que é parlamentar do Likud — um partido conservador de Israel — acendeu as luzes no local após receber autorização do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, de acordo com o site Breaking Israel News.

“Estamos aqui determinados a acender a luz da cultura judaica e a luz da oração”, disse Halevi durante um tour pelo local. “Estamos aqui na Casa de Adoração no Monte do Templo e oramos pelo contínuo sucesso de Israel”.

Um vídeo publicado em hebraico pelo site israelense Rotter mostra Halevi dizendo que ficou “impressionado com as mudanças que estão sendo feitas no Monte do Templo” e que, “cada vez mais, Israel está se aproximando do Terceiro Templo”.

Halevi, que assim como seu nome indica, é descendente da tribo de Levi, incentivou os israelenses a viverem “os costumes do Sinai” e destacou que Deus deve prevalecer não apenas na economia de Israel, mas em todos os outros aspectos da vida.

Animado para entrar no Monte do Templo, Halevi citou ainda um versículo de Zacarias 4:10, que diz: “Quem despreza o dia das coisas pequenas?”

Terceiro Templo e a profecia bíblica

A Bíblia aponta claramente que um novo templo será dedicado a Deus no futuro, o que é chamado de Terceiro Templo. Em Israel, muitos rabinos e judeus estão dedicados a se preparar para essa construção quando o tempo de colocá-la em prática chegar.

O Primeiro Templo foi construído pelo rei Salomão e totalmente destruído pelo rei da Babilônia, em 586 a.C., após dois anos de cerco a Jerusalém. O Segundo Templo foi construído pelo povo judeu depois de anos no cativeiro babilônico, no mesmo local onde existia o Templo de Salomão. No entanto, o templo voltou a ser destruído no ano 70 pelos romanos.

As Escrituras apontam que o Terceiro Templo existirá quando o anticristo se revelar e interromper os sacrifícios (Daniel 9:27). O apóstolo Paulo também o menciona quando declara que o “homem do pecado” irá se assentar no santuário de Deus, proclamando que ele mesmo é Deus (2 Tessalonicenses 2:3-4).

Hoje, o Instituto do Templo está trabalhando nos projetos para o novo templo. “Hoje há uma entrada no Knesset (Parlamento de Israel), pois muitos parlamentares estão falando sobre os direitos dos judeus orarem no Monte do Templo”, disse o rabino Chaim Richman, o Diretor Internacional do Instituto do Templo, que é dedicado à reconstrução do Templo Sagrado em Jerusalém.

“Alguns membros do Knesset estão realmente falando sobre a reconstrução do Templo Sagrado. Há 20 anos, essas pessoas ririam disso”, ele acrescentou.

Atualmente, existem grandes obstáculos para a reconstrução do Terceiro Templo e o maior diz respeito à sua localização. O local será construído no Monte do Templo, que é um lugar sagrado para judeus, cristãos e muçulmanos, sendo também um dos locais mais disputados do mundo. Lá se encontram a Mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha, construídos no século VII e que estão entre as mais antigas estruturas do mundo muçulmano.

Embora Israel tenha retomado o controle da Cidade Velha de Jerusalém e da área do Monte do Templo na Guerra dos Seis Dias, em 1967, o Monte permanece sob custódia da Jordânia sob os termos do tratado de paz. Os judeus israelenses podem entrar no complexo, mas não podem orar ou realizar cerimônias religiosas por lá.

Veja o vídeo de Amit Halevi (em hebraico):

GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO BREAKING ISRAEL NEWS

0/Faça seu comentário