Polícia recupera R$ 1,4 milhão em joias e R$ 36 mil furtadas por personal trainner

PJC-MT

Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf), concluiu na quinta-feira (17) as investigações a respeito de uma sequência de furtos praticados em condomínio de luxo na Capital. Com o fim do inquérito, uma personal trainner foi apontada como responsável pelos crimes e mais de R$ 1,4 milhão em joias e dinheiro foram recuperados.

Segundo a Polícia Civil, os agentes foram acionados para atenderem caso de furto de joias em uma das casa de um condomínio de luxo localizado na Estrada da Guia. No local, as vítimas relataram que diversas joias estavam sumindo desde que uma personal trainner passou a trabalhar na residência.

Inicialmente, as vítimas contaram que um relógio Rolex desapareceu. Porém, posteriormente, outro Rolex de fundo branco e um anel de diamantes, ambos avaliados em cerca de R$ 1 milhão, também sumiram.

PJC

Diante dos apontamentos, a polícia procurou a personal, que confirmou ter furtado os itens e apontou que também levou outras peças da casa, como anéis, brincos, pulseiras e correntes. No endereço da suspeita, os agentes localizaram parte dos objetos e uma quantia de R$ 36 mil.

O dinheiro seria oriundo da venda de um dos relógios, que foi repassado a uma loja de joias no Centro de Cuiabá pelo valor de R$ 40 mil. Os R$ 4 mil de diferença em relação ao valor encontrado já teriam sido gastos pela personal.

De acordo com o delegado Guilherme Bertoli, as investigações do caso seguem e os suspeitos vão responder a um inquérito policial. "Os proprietários do estabelecimento foram identificados e afirmaram já terem feito a intermediação de venda do relógio para fora do estado de Mato Grosso. Ambos foram intimados para comparecer na Derf Cuiabá para serem ouvidos", disse.

GAZETA DIGITAL