Qual a diferença de Covid-19, resfriado, gripe e rinite?

Créditos: Pixabay

Alguns sintomas da Covid-19, resfriado, gripe e rinite são parecidos. Como, então, identificá-los neste momento de pandemia de novo coronavírus? 

Qual a diferença de Covid-19, resfriado, gripe e rinite?

O sintoma mais leve do novo coronavírus deve ser levado a sério: com alto poder de disseminação, a doença pode ter origem de forma leve e semelhante a um resfriado ou à rinite alérgica, aponta Luciano Prestes, médico otorrinolaringologista do Hospital IPO, de Curitiba (PR).

“Os sintomas são parecidos: coriza, tosse e irritação na garganta ocorrem tanto na rinite quanto no resfriado. A diferença é que gripes e resfriados são quadros virais, portanto, sua incidência ocorre a partir de um vírus transmissível que pode ser – ou não – a Covid-19”, aponta.

Durante o inverno, inclusive, o problema pode se agravar. Ambientes fechados no trabalho ou em casa podem potencializar a transmissão e, por via das dúvidas, é essencial que mesmo os casos leves sejam levados a um profissional. “Pensemos que, acima de tudo, podemos colocar outras pessoas em risco”, avalia Prestes.

Há cerca de duas semanas, o Ministério da Saúde passou a recomendar que a consulta presencial seja o padrão para casos de sintomas respiratórios porque, se ocorrer o diagnóstico de Covid-19, a pessoa deve ser afastada do convívio de forma imediata.

Atualmente, Curitiba encontra-se em bandeira laranja, que representa o nível 2 na escala desenvolvida pela Prefeitura de Curitiba. Nessa fase, o risco de disseminação dessa doença é considerado médio. “O coronavírus não tem hora para ir embora, logo precisamos fazer nossa parte para reduzir ao máximo o grau de contágio”, avalia. “Caso haja dúvida entre um diagnóstico de rinite ou gripe e resfriado, procure imediatamente um especialista”.

SAÚDE DEBATE