Quadrilha é presa em Rosário Oeste por matar vítima na frente da esposa

REPRODUÇÃO

Quatro homens foram presos na manhã de sábado (2), suspeitos do assassinato de um rapaz em Tapurah (433 km a Médio Norte). O crime foi cometido na madrugada do mesmo dia e a vítima morta com pelo menos 17 tiros, na frente da esposa. O grupo foi abordado próximo em Rosário Oeste (128 km ao Norte), na BR- 163, durante fuga.

De acordo com a narrativa do documento policial, os militares foram informados sobre o assassinato e que os suspeitos estariam fugindo para Cuiabá. Carro semelhante ao usado pelos acusados do homicídio foi visto entre o Posto Gil e a cidade de Nobres.

Com a informação, os agentes foram para a entrada da cidade e abordaram o veículo dos suspeitos. Ao receberem a ordem de parada, eles pararam e os 4 saíram do automóvel. Questionado sobre armas, apontaram que duas armas estavam escondidas no carro: uma atrás do porta- luvas e outra próxima ao motor.

Indagado sobre o homicídio em Tapurah, o grupo admitiu o crime e narrou como tudo ocorreu. Dois dos criminosos ficaram escondidos no mato, às margens da estrada rural por onde a vítima passaria. Após algum tempo, o alvo se aproximou, de moto, com a esposa na garupa. Assim que viram a motocicleta, os acusados saíram do matagal e derrubaram o rapaz. Um dos atiradores disse que disparou 12 vezes contra a vítima e o outro 6, mas um dos tiros falhou.

Logo após o crime, ambos fugiram a pé em direção ao carro onde os demais suspeitos esperavam. Assim, prosseguiram a fuga sentido Cuiabá até serem presos.

Um dos acusados estava ferido. Ele disse que sua arma disparou e o atingiu no tórax, quando pulou sobre a vítima para derrubá-la. A motivação do crime não foi revelada.

A quadrilha foi levada para a delegacia da cidade e a Polícia Civil investiga o crime.

Os nomes dos suspeitos não foram divulgados e eles têm entre 20 e 31 anos.